5 December 2012

MEIAS DE NATAL

Reza a lenda que a tradição das meias de Natal começou num tempo muito antigo com um gentil nobre que teve três filhas. A mulher do nobre morreu e as filhas e o seu pai ficaram num estado de grande tristeza. A pouco e pouco foi perdendo a fortuna. Quando as filhas cresceram e tinham idade para casar, o pai, pobre não se pôde permitir pagar os enormes dotes dos futuros maridos.
Uma tarde, as filhas, depois de lavarem as suas meias penduraram-nas perto da lareira para secarem.
O Pai Natal, comovido pela condição das filhas entrou e pôs três bolsas de ouro uma em cada uma das meias suspensas na lareira. Na manhã seguinte a família viu as bolsas com as moedas e o nobre percebeu que tinha o suficiente para o casamento das filhas. As filhas casaram-se foram muito felizes.
Desde aí, as crianças passaram a pendurar as meias de Natal na chaminé.


2 nhận xét :

salvoconduto said...

Ora aí está, o Pai Natal não para de me surpreender! Tendo andado meio afastado dos recantos que até há bem pouco também foram meus estaria longe de imaginar que este ano “ele” chegaria mais cedo, aqui está com um sorriso estampado no rosto e uma meia enfiada na cabeça depois de lhe terem roubado o saco e o barrete, até as barbas ameaçaram cortar-lhe, mas há coisas que se sobrepõem à vã cobiça e esta é uma delas. Não ousarei colocar uma meia perto da lareira, correria o risco de nunca mais a ver, mas esta alegria já cá mora, ninguém ma pode roubar.

Abreijinhos.

Nilson Barcelli said...

Não conhecia a lenda ou história. Mas eu nunca vi meias perto da lareira...
Desejo que tenhas um Natal muito Feliz, extensivo aos que te são mais queridos.
Beijo.