31 January 2008

EXPOSIÇÃO

A Galeria de Arte Hirshorn Modern Art Gallery em Washington DC fez uma exposição de trabalhos de arte moderna em que só se podia utilizar uma folha de papel.
Com a devida vénia aos artistas, escrevi em cada um a forma como o interpretei.
Enjoy! Um casamento feliz é uma longa conversa que nos permanecerá sempre demasiado curta . André Maurois

Se já construiu castelos no ar, não tenha vergonha deles. Estão onde devem estar. Agora, dê-lhes alicerces. Henry David Thoreau


O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente . Gandhi

Nada há como começar para ver como é árduo concluir . Victor Hugo

Gosto daquele que sonha o impossível . Goethe


A metade de um amigo é a metade de um traidor . Victor Hugo

A natureza reservou para si tanta liberdade que não a podemos nunca penetrar completamente com o nosso saber e a nossa ciência . Goethe

As obras-primas devem ter sido geradas por acaso; a produção voluntária não vai além da mediocridade . Carlos Drummond de Andrade


Os velhos têm tanta necessidade de afecto como de sol . Victor Hugo

Nasce-se, ama-se, morre-se. Resumo de uma vida. Bluevelvet


É próprio da fé esperar contra a esperança . ( não me lembro quem disse:)

A beleza é o presente de um dia que o Céu nos oferece. Lamartine



A morte rouba toda a seriedade à vida . Paul Valéry

As casas são construídas para que se viva nelas, não para serem olhadas. Sir George Bacon


Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida . Sócrates ( o verdadeiro)


Um homem percorre o mundo inteiro em busca daquilo que precisa e volta a casa para encontrá-lo . George Moore


O amor da minha vida. Bluevelvet


A dúvida é o principio da sabedoria. Aristóteles


As coisas mais belas são ditadas pela loucura e escritas pela razão. André Gide


É impossível apanhar uma borboleta sem ficar com os dedos sujos de pó. Bluevelvet

30 January 2008

SHAME ON YOU MR. BROWN

Esta semana o Reino Unido, pela mão do Governo chefiado por Gordon Brown eliminou o Holocausto de seu programa de estudo das escolas, porque “ofendia” a população muçulmana que declara que este evento histórico é ficção.
Esta decisão do Reino Unido comprova o medo terrível que se apoderou do planeta face às ameaças terroristas ao Mundo.
Certos Países submetem-se a esse tipo de intimidação.
Assim, mais de 60 anos depois de ter terminado a II Guerra Mundial na Europa, é bom que IN MEMORIAM de 6 milhões de Judeus, de 20 milhões de Russos, de 10 milhões de Cristãos e de 1.900 Padres Católicos que foram assassinados, massacrados, violados, queimados, mortos de fome e humilhados pelas SS nos campos de concentração alemães, cada um de nós o lembre a quem o quer esquecer.
Agora, mais do que nunca, com o governo do Irão - entre outros - declarando que o Holocausto é “um mito”, é indispensável que algo se faça para se ter certeza de que o mundo nunca o esquecerá.

A propósito, será que vão dizer às criancinhas inglesas que as Torres Gémeas não caíram e tudo não passou de uma bricadeira igual à da invasão dos marcianos?
E para substituir Orson Wells chamam quem? Mahmoud Ahmadinejad ?

COMO É QUE É???

Recados e Imagens - Engraçadas - Orkut

Washington, 30 Jan (Lusa) - O chefe do Departamento de Justiça dos EUA, o Procurador-geral Michael Mukasey, informou por carta o Senado que se recusa a dizer se o método de interrogatório por afogamento simulado constitui tortura e, como tal, ilegal.

29 January 2008

TELEFONEMA DA MINHA MÃE

08.30!!

TRIM...TRIM...TRIM...

Entre uma torrada e um chá atendo o telefone:

Então, está a ouvir o programa?

........

Estão a falar da Justiça, quer dizer das poucas vergonhas

..........

Está a ouvir?

Claro que estou, mãe.

Está? E o que me diz a isto?

Ó mãe, estou a ouvi-la a si.

Logo vi. Não é a mim. É à Antena 1.

Estão a falar da pouca vergonha do Caso UGT, da Casa Pia, enfim, destas poucas vergonhas todas.
........

Vá, despache-se, vá ouvir.

CLIC

...........


FUI.




WHAT A WONDERFUL NET

A MOMENTOS, com a sua enorme gentileza e generosidade, atribuiu-me os prémios Blog Solidário, Blog Certificado dos melhores Momentos Virtuais....e ainda me ofereceu os miminhos do Prémio Amizade e Prémio Visitante.

A ANNA de http://lisboaparislisboa.blogspot.com, que ora me dá na cabeça, ora me enche de mimos, fez-me a surpresa de me fazer um miminho, só para mim: Addicted to Winnie.
QJ de http://provocame.blogspot.com/atribuiu-me o Prémio Escritores da Liberdade,( que aliás já possuia, mas de que muito me orgulho) "pela forma como escreve, pelos assuntos que aborda".
O Saboonices de http://cartoonicesasequela.blogspot.com/escolheu-me com o Prémio Diz Que Até Não É Um Mau Bolg ( ups, também já tinha)
Obrigada é tudo o que, sentidamente, posso dizer.

Já aqui escrevi como gosto imensamente de mimos e que dou a devida importância aos prémios que entendem oferecer-me já que fazem parte da vida de quem tem um blog.
De alguma forma, as pessoas expõem-se às críticas escrevendo na imensa comunidade que é a net e a importância dos prémios só existe porque os mesmos são atribuídos por quem também tem blogs e sabe o trabalho, a dedicação e o carinho que é preciso para os manter.
A dificuldade em fazê-los seguir consistia até há pouco tempo em adequar o prémio ao blog tentando abstrair do dono ou dona do mesmo quando acontece de já os conhecermos e também de evitar dá-los a quem já os tem.
Cheguei à conclusão que estava errada.
Quem não é solidário na vida não consegue ter um Blog Solidário. É fácil colocar quadradinhos a dizer "Por Darfur". Difícil é pelo menos saber onde fica Darfur.
Quanto a não repetir prémios se estiver na dúvida entre 2 pessoas dá-lo-ei a quem não o tiver.
Caso contrário dá-lo-ei da mesma forma. Ganhar 7 vezes o Prémio Escritores da Liberdade ( como há quem já tenha ganho), é seguramente diferente de ganhar uma.

Assim sendo, o Prémio Blog Solidário vai para:

A.FILOXERA de http://escritoaquente.blogspot.com/ porque tem um blog que demonstra a pessoa solidária que eu sei que é.
ANNA de http://lisboaparislisboa.blogspot.com/ porque ela É uma pessoa solidária.
A MARIA de http://ocheirodailha.blogspot.com/ porque é militantemente solidária
CARMINDA PINHO de http://forum-cidadania.blogspot.com/ porque é e tem um blog solidário.
A MIMO-TE de http://mimo-te.blogspot.com/ porque é uma solidária doce.
A SOL DA MEIA NOITE de http://luzamarela.blogspot.com/ porque é um doce de solidariedade.
A OUTONO DESCONHECIDO http://outono-desconhecido.blogspot.com/ porque ...ora, porque é solidária e o blog dela também.

O Prémio " CERTIFICADO DOS MELHORES MOMENTOS VIRTUAIS" vai para:


O PRÉMIO AMIZADE vai para:

ALEX DE http://fundamentalidades2.blogspot.com/
SOL DA MEIA NOITE de http://luzamarela.blogspot.com/
O PRÉMIO VISITANTE vai para:


ANNA de http://lisboaparislisboa.blogspot.com/, porque não tem paciência para visitas, portanto quando visita é porque lhe apetece meeeeeeesmo. Portanto, é uma honra.

LISA'MAU FEITIO de http://maufeitiodalisa.blogspot.com/, porque a visita ao blog dela me dá um gozo do caraças.

MIMO-TE de http://mimo-te.blogspot.com/ , porque ir ao blog dela ou receber a sua visita é um prazer para os olhos e para o coração.

A OLÁ de http://coisasdevidas.blogspot.com/ porque as suas visitas de faquinha em punho, me fazem rir demais.

O PROFESSOR de http://sexualidadesafectosemascaras.blogspot.com/ , porque é uma honra receber tão importante pessoa. :)

A SOL DA MEIA NOITE de http://luzamarela.blogspot.com/, porque a cada visita enche o meu coração de ternura.

E sem discriminar, todos os que me visitam e gostam, e por isso me linkam, o PRÉMIO é também para cada um de vós. Podem levá-lo.

Quanto ao PRÉMIO ESCRITORES DA LIBERDADE, uma vez que o atribuí há muito pouco tempo, vou só acrescentar à lista anterior:O SAMUEL de http://samuel-cantigueiro.blogspot.com/ naturalmente todos saberão porquê, e se não sabem é uma boa desculpa para darem um salto ao blog dele.

A CARMINDA PINHO de http://forum-cidadania.blogspot.com/, pelas razões óbvias.

O PRÉMIO DIZ QUE ATÉ NÃO É UM MAU BLOG , também pelas atribuições recentes, vai para :

A ANNA de http://lisboaparislisboa.blogspot.com/ , pela originalidade, humor, despautério total, enfim, por tudo.

A ANGEL de http://sonhosvencidos.blogspot.com/, pelo que escreve e pela beleza das imagens

O JOTABÊ de http://jmsbona.blogspot.com/ porque gosto das várias personalidades dele

O LB de http://homemsemrosto.blogspot.com/ porque tem uma sensibilidade que me comove

A MIÚDA de http://miudaaa.blogspot.com/ porque gosto do blog dela, e isso me basta.

O MIMINHO DA ANNA é só para mim. HEHE

NOTA: É claro que todos os prémios vão também para a MOMENTOS que os merece a todos.


28 January 2008

(5) NÃO RESISTI


O SEGREDO DO CASAMENTO

Stephen Charles Kanitz nasceu em São Paulo, é Bacharel pela Universidade de S.Paulo e tem um MBA por Harvard.
É consultor de empresas e conferencista.
Em 1974 foi um dos precursores de análise de risco e crédito com o seu artigo "Como Prever Falências" , o qual ficou conhecido como o Termômetro de Kanitz. A Análise de risco abriu a possibilidade de crédito a pequenos empresários e pessoas mais pobres, antes dispensada somente aos mais ricos da população, ou seja, aos que não precisavam.
Em 1975 criou a edição anual “Melhores e Maiores” da Revista Exame, determinando as empresas com melhor desempenho global de cada ano, iniciando no Brasil o movimento conhecido como 'benchmarking'. Isto 6 anos antes de Tom Peters fazer o mesmo nos Estados Unidos em 1981, com o seu livro "Em busca da Excelência".
Em 1992 foi um dos líderes que disseminou o conceito de Responsabilidade Social, criando o primeiro site de voluntariado, www.voluntarios.com.br e o primeiro site de doações on line na internet, o www.filantropia.org.
Em 1995 criou o “Prémio Bem Eficiente” , que anualmente premeia as 50 melhores entidades beneficentes do Brasil.
Há pouco tempo foi convidado para fazer uma conferência sobre “ O Segredo do Casamento”, e, embora aparentemente essa não seja a sua especialidade, disse o que abaixo transcrevo.
Meus amigos separados não cansam de me perguntar como eu consegui ficar casado trinta anos com a mesma mulher.
As mulheres, sempre mais maldosas que os homens, não perguntam a minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo.
Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo.
Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário.
Não sou um especialista do ramo como todos sabem, mas, dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue:
Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar.
Ninguém aguenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade.
Eu, na realidade, já estou em meu terceiro casamento - a única diferença é que me casei três vezes com a mesma mulher.
Minha esposa, se não me engano, está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes do que eu.
O segredo do casamento não é a harmonia eterna.
Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher.
O segredo no fundo, é renovar o casamento, e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal.
De tempos em tempos, é preciso renovar a relação. De tempos em tempos, é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, voltar a se vender, seduzir e ser seduzido.
Há quanto tempo vocês não saem para dançar?
Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial?
Há quanto tempo não fazem uma lua de mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção?
Sem falar nos inúmeros quilos que se acrescentaram a você, depois do casamento.
Mulher e marido que se separam perdem 10 quilos num único mês, por que vocês não podem conseguir o mesmo?
Faça de conta que você está de caso novo.
Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a frequentar lugares desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo e a maquiagem.
Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge.
Vamos ser honestos: ninguém aguenta a mesma mulher ou marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas.
Muitas vezes não é sua esposa que está ficando chata e mofada, são os amigos dela (e talvez os seus), são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração.
Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo círculo de amigos.
Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso.
Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar.
Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento.
Mas, se você se separar, sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas, e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior.
Não existe essa tal "estabilidade do casamento", nem ela deveria ser almejada. O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos.
A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar junto.
Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensando fazer no início do casamento. Você faz isso constantemente no trabalho, por que não fazer na própria família? É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo.
Portanto, descubra o novo homem ou a nova mulher que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo e interessante par.
Tenho certeza de que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças.
Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso, de vez em quando é necessário casar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.
Imaginem se fosse especialista na matéria!




2ªFeira

It's Monday


27 January 2008

DESAFIO PORTUGAL


O que é?
Como dizia Eça, uma aldeia e muito mal frequentada.
Como é?
Verde de inveja e vermelho de riqueza mal distribuída.
Onde está?
Na pontinha da Europa, cada vez mais empurrado por Espanha, pronto a cair ao mar onde inexoravelmente irá afogar-se.
Sem ter a inteligência de outras eras, sabendo aproveitar a queda.
Como está?
Velho, caduco, senil, parado, à espera da morte.
Para onde vai?
Não vai.
Já foi...à vida!

Ideias e soluções...
Não vejo solução.
Para mim não tem remédio.
Nem a tão falada alternância democrática o pode salvar, porque as moscas até podem mudar mas a Merda continuará a ser a mesma.
Lamento, mas é exactamente isto que penso.
Enquanto nos orgulharmos dos nossos brandos costumes, enquanto um Ministro da Saúde continuar a afirmar, impunemente, que é normal um doente cair da maca, enquanto continuarmos subservientemente a acatar tudo o que a Europa decide, enquanto os jovens continuarem a sair das universidades directamente para o desemprego e se achar isso normal, enquanto nos anúncio de emprego as pessoas de mais de 35 anos forem discriminadas, enquanto se entregar uma criança de 5 anos a um pai que nunca quis saber que ela existia, enquanto, enquanto...olhem fico por aqui para não ficar ainda mais deprimida.

26 January 2008

O PREÇO DE TUDO E O VALOR DE NADA


Dado que o ser humano é eminentemente um ser sociável, poucos são os que não gostam de ter amigos, de se dar com outras pessoas, de ter grupos, de viajarem juntas, enfim, de certo modo de se sentirem integrados numa determinada sociedade.
Esse é o grande grupo a que todos pertencemos.
Os que assim não são, até têm nome. Pouco sociáveis, bichos-do-mato, e expoente máximo: eremitas.
Depois há os grupos mais pequenos: a tribo e a família.
A família não se integra no tema sobre o qual hoje discorro.
A tribo o que é?
É aquele grupo a que pertencemos por escolha própria por infinitas razões: porque somos culturalmente semelhantes, porque gostamos do mesmo tipo de filmes, porque lemos o mesmo género de livros, porque frequentamos os mesmos restaurantes e tendencialmente até porque nos vestimos e falamos do mesmo modo.
E estamos sujeitos a uma infinidade regras, que quando não cumpridas, nos diferenciam imediatamente uns dos outros e, pior, faz com que imediatamente se perceba que não pertencemos àquela tribo.
E as regras mudam. Com o tempo!
Há que estar atento.
Há dois tipos de homens: os que só usam meias azuis escuras e os que usam meias brancas: os chamados pé de gesso.
Pertencem obrigatoriamente a tribos diferentes.
Quem cumprimenta alguém com 2 beijos não pode pertencer à mesma tribo dos que só dão um beijo como cumprimento.
E, se a pessoa beijada fica de cara estendida à espera do segundo beijo, só com esse sinal denuncia que a sua tribo é outra.
Fui sempre muito rebelde, palavra educada para dizer que nem sempre actuava “by the book”, mais tarde passei a politicamente incorrecta e, quem sabe um dia não me chamarão extravagante!
Sempre defendi a liberdade a todo o custo, sendo que a liberdade vai desde fazer o que gosto à liberdade de um povo ou de um País.
Liberdade é liberdade.
Point, à la ligne.
Ou há ou não há. Não há liberdadezinhas.
Até aos trinta anos esse comportamento não levantou grandes críticas, mas eu também tinha algum cuidado em não chocar demasiado as pessoas.
Depois, decidi que não adianta.
Não vale a pena.
E já agora, aquela célebre frase: “já não tenho idade para fazer fretes”, resolvi segui-la.
Quero lá saber se as mulheres depois dos 30 não usam cabelo comprido. Sempre usei, é assim que me sinto bem e jamais andarei de cabelo curtinho, com mises certinhas e cheias de laca, nem quando tiver 70 anos.
Gosto de saias curtas e de vestidos de noite decotados. Será ridículo quando tiver 60 anos? Não quero nem saber.
Não gosto de Saramago. Nem do escritor nem da pessoa. Blasfémia? Que seja.
Não sou fã dos filmes de cinemateca e não faço tenções de o esconder.
Tanto leio Danielle Steel como os grandes clássicos e não escondo os livrinhos da senhora que mais livros do género vende no mundo, só porque é considerada literatura de avião.
Gosto do Winnie the Pooh, da Betty Boop e do Garfield. Já não sou criança, dizem.
Pois não, mas o António Vitorino de Almeida tem centenas de peluches, alguns dos quais o acompanham nas suas viagens.
Ah, mas ele é um génio! Será. E daí?
Com vestidos não gosto de vestir roupa interior. A minha mãe põe as mãos na cabeça e diz: “ Já viu se lhe acontece alguma coisa, a vergonha que é no hospital quando virem que não tem nada por baixo do vestido?”
Ora, a Billie Holiday sempre cantou sem cuecas e não foi isso que a impediu de ser quem foi.
Não acredito numa única letra da frase que algumas mulheres repetem, quando afirmam gostar das suas rugas: - Que as rugas têm história!
Mas se eu não ando a contar às pessoas desconhecidas a minha vida, as minhas histórias, por que carga de água as minhas rugas o deveriam fazer?
Se tiveram a paciência de me ler até aqui, deverão estar a perguntar-se: - Mas a que propósito vem isto?
Pois explico:
Relendo um livro de Óscar Wilde, há uma frase dele que diz assim: - Hoje em dia, as pessoas sabem o preço de tudo e o valor de nada.
Pois então é isso mesmo.
Liberdade é saber o que está para lá do preço.
Ser livre é dar valor ao que não tem preço.
Como ler o livro que se quer.
Ver os filmes de que se gosta.
Gostar de quem nos ampara.
Seguir o nosso coração.
Doa a quem doer.


IMPORTAR-ME?

Take a Pill

25 January 2008

PORQUE FOSTE O QUE TINHA QUE SER

Porque foste na vida
A última esperança
Encontrar-te me fez criança
Porque já eras meu,
Sem eu saber sequer,
Porque és o meu homem
E eu tua mulher.

Porque tu me chegaste
Sem dizer que vinhas
E tuas mãos foram minhas, com calma,
Porque foste em minh'alma
Como um amanhecer,
Porque foste o que tinha de ser.
Vinicius de Morais

24 January 2008

BEIJEM, BEIJEM MUITO


Poucas coisas na vida real me comovem às lágrimas hoje em dia.
Desde que assisti em directo à guerra do Golfo e o meu filho mais novo me perguntou que filme era, e sempre que vejo o ataque às Torres Gémeas e eu própria acho que é um filme, desenvolvi uma carapaça que, feliz ou infelizmente, às vezes descubro é muito fininha.
Às histórias que envolvam crianças, idosos e animais continuo absoluta e totalmente vulnerável, mas esta que agora vos conto, deixou-me em lágrimas e é de lágrimas nos olhos que a escrevo.
Toca-me profundamente por várias razões.
Caiu-me nas mãos através de um livro que Noelle Chatelet, ex - professora de comunicação na Sorbonne e irmã do ex - primeiro ministro Daniel Jospin, escreveu e que se chama Le Baiser d'Isabelle.
Em Novembro de 1995 Isabelle Dinoire, uma francesa divorciada e mãe de duas adolescentes, tentou suicidar-se com comprimidos.
Ao vê-la inanimada, o seu cão Labrador entrou em pânico e de tanto a abanar e depois morder, decerto tentando que a dona acordasse, desfez-lhe a cara.
Isabelle foi encontrada com vida e submetida ao 1º transplante da face, no Mundo.
A dadora também se tinha suicidado.
A cara de Isabelle era praticamente inexistente tendo no lugar da boca um buraco.
Hoje tem uma cara nova, diferente da dela, mas em que quase não se notam as cicatrizes. ( Embora possua as fotografias que mostram o seu rosto desfeito e como ficou após as várias operações a que foi submetida, não as mostro, por demasiado chocantes).
Por estar inconsciente, Isabelle não se pode opor a que o seu cão fosse abatido, dado que não pode explicar, em tempo, o que se passara, facto com o qual lida mal.
Logo que voltou para casa comprou outro cão ao qual chamou ANGEL.
Diz ela que foi o único ser que não fugia quando via o seu rosto desfigurado.
Como se podem aperceber, até aqui limitei-me a relatar factos, mas há várias coisas nesta história que me comovem.
Perturba-me sempre saber que alguem se suicidou ou tentou, porque, ao contrário de muita gente, não entendo que quem o faz seja maluco.
Acho que quem chega ao extremo de atentar contra a própria vida, deve estar num sofrimento insuportável.
Perturba-me também que coincidentemente a dadora também se tenha suicidado.
Choca-me que o cão tenha sido abatido.
Mas o que mais me perturba é que Isabelle, embora tenha que fazer uma medicação fortíssima até ao fim da sua vida para evitar a rejeição do transplante, embora possa comer e beber perfeitamente, embora possa fazer a sua vida normal, o músculo orbicular, o do contorno da boca que permite aos bébés mamar, ficou irremediavelmente danificado.
Isabelle nunca mais poderá beijar ninguém!
Uma coisa tão simples, tão vulgar, um beijo. Já pensaram?
E se nunca mais pudessemos beijar quem amamos? Os nossos filhos. Os nossos pais. Os nossos amigos. O amor da nossa vida.
E no entanto, tantas, tantas pessoas negam esse simples gesto que às vezes pode salvar o nosso dia, pode ajudar-nos a enfrentar com mais coragem algo difícil, pode dar-nos a certeza de que somos importantes para alguém, pode inundar o nosso coração de alegria, de sol, de Paz.
Quantas e quantas vezes não ansiamos já por um beijo que nos foi negado?
Quantas pessoas acham lamechas, amaricado, peganhento, sinal de fraqueza, dar beijinhos ?
Pensem nisso.
Pensem se nunca mais pudessem dar um beijo a ninguém.
E aproveitem.
Beijem, beijem muito.

O beijo é flor no canteiro ou desejo na boca?
Tanto beijo nascendo e colhido na calma do jardim
nenhum beijo beijado (como beijar o beijo?)
na boca das meninas e é lá que eles estão
suspensos invisíveis

AVISO Á NAVEGAÇÃO

Recados e Imagens - Engraçadas - Orkut


Pelos vistos toca a todos, mas eu tenho mau feitio.
Tenho este blog para escrever o que me apetece, para me indignar com o que me apetece, para me rir do que me apetece.
Aqui tenho conhecido gente fantástica, gente que respeito, de quem gosto e até algumas pessoas com quem já fiz amizade e que muito prezo.
Mas...também já tive que o fechar à entrada de certas pessoas moderando os comentários.
Não vou privatizá-lo. Não me faz sentido uma coisa dessas. Para isso não tinha um blog.
E de privatizações e censura, já tenho a minha conta.
Mas, como se diz no Brasil, dou um boi para não entrar numa guerra e uma boiada para não sair dela.
Portanto, já sabem, e sabem a quem isto se dirige, fiquem na vossa, e NÃO ME CHATEIEM.
Deu para perceber, ou tenho que ser mais explícita?

UM PRESENTE

Vem, meu menino vadio
Vem, sem mentir pra você,
Vem, mas vem sem fantasia,
Que da noite para o dia
Você não vai crescer...
Vem, por favor não evites
Meu amor, meus convites,
Minha dor, meu apelo...
Vou-te envolver nos cabelos,
Vem perder-te em meus braços,
Pelo amor de Deus...
Vem, que eu te quero fraco,
Vem, que eu te quero tolo,
Vem,que eu te quero todo
meu...
Ah, eu quero te dizer
Que o instante de te ver
Custou tanto penar...
Não me vou arrepender
Só vim te convencer
Que eu vim pra não morrer
De tanto te esperar
Eu quero te contar
Das chuvas que apanhei
Das noites que varei
No escuro a te buscar
Eu quero-te mostrar
As marcas que ganhei
Nas lutas contra o rei
Nas discussões com Deus..
E agora que cheguei
Eu quero a recompensa
Eu quero a prenda imensa
Dos carinhos teus ...

O PRESENTE:CLIKEM NO ENDEREÇO ABAIXO
http://www.paixaoeromance.com/60decada/sem_fantasia/h_sem_fantasia2.htm
ENJOY!

MENINOS, APRENDAM!


HEHE, já viram como eles são limitados???

23 January 2008

HAPPY BIRTHDAY, SWEETIE!

Se eu pudesse passar a minha vida a limpo, ( como escreveu o Drummond), apagava quase tudo.
Não apagava as minhas duas obras-primas: os meus filhos.
Um deles faz hoje anos.
Eu era uma menina quando ele nasceu, mas desde esse dia tornou-se a coisa mais importante da minha vida, até...à chegada do irmão.
Desde aí, é impossível avaliar o amor que tenho por ambos.




Tal mãe tal filho
Mas, os anos passam...
E que dar à Excelência?
Uma brincadeira, porque não?

video

HEATH LEDGER, O COWBOY DO AMOR, MORREU



Poucos são os que passaram por este Mundo, (menos ainda os que morrem com 28 anos), que se podem gabar de ter deixado ficar na lembrança de todos, uma imagem que nos venha imediatamente à cabeça.
Assim que ouvi a notícia de que Heath Ledger morrera, tive imediatamente um flash desse momento:
Em “ Brokeback Mountain”, depois de se ter despedido de Jake Gyllenhaal depois do seu verão juntos – que era o que lhes restava – Ennis estoicamente afasta-se.
O único fundo que se vê é o azul do céu.
Infinito. O céu.
Entra num beco, encosta a cabeça a uma parede e soluça tentando esconder o rosto no chapéu.
Pragueja.
Dá murros na parede.
Dois segundos depois, vê-se a sua imagem em jovem, no altar, casando.

A tragédia da vida de Ennis e Jack é causada pela ignorância ancestral que está contida no nosso DNA e posso garantir que isto é verdade.
Na altura em que o filme saiu, dezenas de pessoas que conheço, sobretudo homens, afirmavam odiar o filme sem sequer o ter visto.
Algumas mulheres também.
E todos eles invariavelmente, quando não conseguiam dizer correctamente o nome do filme, referiam-se-lhe como “ Ah, o dos 2 cowboys paneleiros “
Dificilmente este tipo de gente saberá o que é o Amor.
Lamentavelmente.


Com uma música fantástica aqui vos deixo a cena mais polémica do filme.

Aviso que os mais sensíveis poderão ficar chocados...

22 January 2008

LÁ LONGE, E AQUI


De noite
só quero vestido
o tecido dos teus dedos
e sobre os ombros
a franja do final dos cabelos.

Sobre os seios
quero a marca
do sinal dos teus dentes
e a vergasta dos teus lábios
a doer-me sobre o ventre

Nas pernas e no pescoço
quero a pressão mais ardente
e da saliva
o chicote
da tua língua dormente
Maria Teresa Horta CANDELABRO, 1964