21 March 2011

MAIS POESIA DO QUE PRIMAVERA


O Inverno, na minha vida se prolonga.
A Poesia está sempre no meu coração.
Por isso,


"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

José Régio " Cântigo Negro"

33 nhận xét :

elvira carvalho said...

Acabei de ler este poema no blogue de um amigo. Mas este é um poema que leio sempre com muito agrado, já que é um dos meus preferidos.
Um abraço

Justine said...

Tem uma força quase assustadora, este poema!

salvoconduto said...

Também a mim não precisam de me dizer para vir por aqui, eu sei porque venho por aqui.

Abreijos.


PS. Gostei do look primaveril.

de dentro pra fora.... said...

Que linda está a tua casa (inveja!!lool)
adoro dia de primavera, dias de sol

Beijo graandee!!

nacasadorau said...

Não foi por acaso esta escolha...
Gostei de relembrar.

Beijinho Ana.

Fátima André said...

Olá Ana,
Gosto de José Régio, não deste poema que acho obscuro, mas alegro-me por te ver regressar paulatinamente... sempre com a casinha airosa para receber as visitas :D
Crê... a primavera vai chegar!

Gata2000 said...

Gostei de te reler :)

Rita Galante (Angel of Light) said...

I choose LOVE. ♥ E tu Blue Velvet?
Vem daí escolher...
Beijinhos,
Rita

nacasadorau said...

Ana, amiga!

Vim saber de ti. Apesar de teres o mesmo post, dá para sentir que a Primavera se faz sentir dentro de ti.

Adorei o novo Layout.

Beijo

nacasadorau said...

Querida Ana,

Porque posso não te falar antes da Páscoa, não quero deixar de te desejar uma Páscoa verdadeiramente renascida e feliz.

Vamos começar tudo de novo, libertando-nos do mal que eventualmente nos corrompeu
a alma e assim nos recobriremos com a pureza da alma que tivemos um dia.

Abandonaremos tudo o que é velho e antigo e olharemos em frente com coragem. Nos dedicaremos à vida como quem sorve o sumo de um fruto delicioso.

Beijo

C NARCISO said...

Olá BlueVelvet. Espero que esteja bem. Passei por aqui e estranhei não haver nada sobre a Páscoa... não sei se é uma época que tem algum significado para si...
Beijinhos e tudo de bom. :-)

salvoconduto said...

Eu sei que hoje é sexta-feira santa que 25 de Abril é só segunda-feira mas mesmo assim deixo-te ficar aqui um cravo e um abreijo.

Justine said...

Olá BV! Foi bom receber os teus votos pascais (tens estado tão calada...), apesar de para mim ser um dia igual aos outros. Agora o cravo, ah esse aceito-o feliz e guardá-lo-ei, fresquinho, até 2ª-feira, para com ele desfilar na Avenida, recordando sonhos e retomando forças para os concretizar no futuro!
Abraços

nacasadorau said...

Existe uma só bela criança no Mundo... mas para cada uma delas existe uma Mãe.
Beijinhos especiais neste dia, que é tão nosso.

mundo azul said...

___________________________


Bonito!
Sim, cada qual escolhe o melhor caminho para si mesmo...

Reflexivo poema!


Beijos de luz e o meu carinho, GRANDE!!!


___________________

Nilson Barcelli said...

Já li este poema inúmeras vezes.
E nunca me canso.
Bom fim de semana.
Beijos.

elvira carvalho said...

Hoje vim por aqui... na ausência de novo post, deixo um abraço.

C NARCISO said...

Olá BV! Espero que esteja bem.

mundo azul said...

________________________________


Passei para ver se tinha algo novo...


Então, deixo um beijo e o meu carinho!



________________________

Fernanda said...

Vim saber de ti, Ana.

Beijo

salvoconduto said...

Ainda desafiei o pessoal do meu bairro para vir desfilar à tua porta mas são uns desmancha-prazeres. Vou ver se no S. João tenho mais sorte e apareço aqui com uma "rusga" e martelinho.

Abreijos.

salvoconduto said...

Uhhhmmm, não é dia de renovares aqui o hall de entrada?

Fernanda said...

Vim saber de ti, Ana.
Já estamos no Verão!

Beijo

Gilmara Wolkartt said...

adorei seu blog!
gd beijo

Pastelaria said...

Olá Blue Velvet ...

Antes de mais , parabéns pelo Blogue...as imagens , a música ...os poemas , tudo ! Gostei do que vi

Gostaríamos muito que desse uma vista de olhos no projecto DVB, de saber a sua opinião, e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.

\"Transformamos\" os seus trabalhos (já editados em livro, ou não ...), num DVB- Digital Video Book, uma ideia original da Pastelaria Studios Productions

O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

http://pastelariaestudios.blogspot.com/

É exactamente isso, os seus poemas seriam "transformados" num DVB . Um livro que se vê como um filme ( com menu , extras, biografia, capítulos, etc... )

Não somos uma editora e prestamos essencialmente um serviço criativo.

A minha sugestão seria, enviar-nos os seus \"registos\", e nós faremos um orçamento.

Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante, queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas, mesmo que essas estejam (ainda...) na gaveta .

Realizamos e produzimos, também , Audio Books

Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida… estamos por aqui.

A sua opinião é muito importante para nós, pois só assim conseguiremos crescer e melhorar sempre ! e.... porque não, arriscar ?!

Sem compromisso, escolha um dos seus poemas ou textos … e nós realizamos uma pequena amostra do nosso trabalho, é um presente nosso …para si …. :)

Um grande abraço desde aqui

Teresa Maria Queiroz

pastelariaestudios@gmail.com

salvoconduto said...

De vez em quando as saudades apertam...

Abreijos.

salvoconduto said...

O layout pemanece igual pese embora o Tempus Autumnus...

Abreijo.

salvoconduto said...

Trick or treat?

Nilson Barcelli said...

Querida amiga, desejo que tenhas um Feliz Natal e um Novo Ano cheio de coisas boas, para ti e para a tua família.
Muitas prendas, principalmente afectivas.
Beijo.

salvoconduto said...

Spring, why not?...

Abreijos.

Nilson Barcelli said...

Ana, querida amiga, desejo que tenhas uma boa Páscoa.
Beijos.

elvira carvalho said...

Ana passei para agradecer o comentário no Coisas minhas. Deixo um abraço e a saudade da sua presença neste cantinho.

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Olá Blue!
Espero que venha aqui ler porque é o único meio que tenho para contactar consigo. Gostei muito de a ver pelo Rochedo. Sabe que agora tenho uma filial?
Está de novo por cá?
Diga qualquer coisa!
Beijinho