4 February 2010

PALAVRAS...


As palavras ajudam-nos na comunicação, mas como podemos ter a certeza que as pessoas nos compreendem verdadeiramente?!
Elas não sentem exactamente o mesmo que nós.
Já Fernando Pessoa dizia: "The abyss from soul to soul cannot be bridged."
Por mais palavras que usemos, muitas das coisas que dizemos nunca são totalmente percebidas.
Porque só o outro sabe o que vai na sua cabeça assim como só eu sei o que vai na minha.
E por isso, quando nos dizem: "Eu percebo o que estás a passar", até são capazes de perceber, mas à maneira deles, nunca sentindo nem nunca percebendo o que tu sentes.

31 nhận xét :

Mika said...

Há quem me diga interpelador.
Mas não me importo e assumo...
Se me é importante perceber pergunto.
Do outro lado quem não quer não responde.
Voto sempre pela espontaneidade.
Abraço

Miguel

josé luís said...

pode ter toda a razão, é verdade,
e é certo que o senhor pessoa
até começou esse soneto com:

«Whether we write or speak or do but look
We are ever unapparent. What we are
Cannot be transfused into word or book,
Our soul from us is infinitely far.»

[mas isso não pode chegar para transformar em tecido áspero aquilo que sabemos ser de veludo, pois não? ;-)]

salvoconduto said...

Impossível entrarmos no corpo ou na mente de outro, porém já é bom quando conseguimos entender que algo não vai bem com outro. Isso deve bastar para lhe estendermos a solidariedade ou uma palavra carinhosa.

Abreijos com carinho.

ematejoca said...

Eu não afirmo, que percebo o que tu me dizes, o que tu pensas, o que tu estás a passar, mas tento compreender o que tu dizes, o que tu sentes, o que tu estás a passar, e esse meu esforço é já uma maneira de comunicar contigo!

Boa noite, Blue Velvet!

Tite said...

E quantos dos nossos interlocutores só nos olham aparentemente atentos ao que dizemos e nem uma palavra ouviram do nosso discurso?

Há tantos assim que eu conheço.

Fernanda said...

Olá amiga!

Comunicar é uma arte deliciosa mas complicada.
Hoje posso dizer categoricamente que te compreendo em absoluto, a mensagem é crystal clean.

Para te dar um exemplo vivo do que dizes, há muitos meses atrás, escrevi um texto para o Sempre Jovens, onde falava da perda de um amigo muito querido.
Porque para mim perder um amigo é algo quase dramático, aquele amigo em particular. O que aconteceu foi que toda a gente comentou como se ele tivesse morrido, excepto uma amiga.
Até me senti mal, sem querer tinha morto o homem :))))))

Nota:- Esse amigo voltou.

Beijinhos

Antonio saramago said...

Só a própria pessoa sabe realmente o que lhe vai nma alma!!

paulofski said...

Ah como essas palavras me fazem todo o sentido e para bom entendedor meia palavra basta.

Beijo

Filoxera said...

Cada um sente à sua maneira e deve agir de acordo consigo próprio.
Um beijo.

Carlos Barbosa de Oliveira said...

É uma das tais frases- muleta que, muitas vezes, pouco mais significa do que mera cortesia. Pelo menos, creio ter percebido onde queria chegar com este post
Conchinhas

BlueVelvet said...

Mika,
mesmo perguntando e obtendo resposta, nunca consegues sentir o desespero do outro.
Veludinhos

BlueVelvet said...

José Luís,
grande erro citar Pessoa. Devia ter imaginado que me responderia com algo assim.
Respondendo à sua pergunta, pode não transformar o veludo em tecido àspero, mas que o deixa cheio de buracos, lá isso deixa.
Veludinhos meio rotos da Miss Velvet

BlueVelvet said...

Salvo,
obrigada por perceberes o suficiente para me estenderes o teu carinho.
Aliás, como sempre.
Abreijinhos

BlueVelvet said...

Ematejoca,
obrigada pelo esforço. E comunicas, sim.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Tité,
se há. São a maioria:(
Beijinhos

BlueVelvet said...

Ná,
se não existisses tinhas que ser inventada:))
Beijokas

BlueVelvet said...

António,
só mesmo. Tens razão.
Veludinhos

BlueVelvet said...

Paulofski,
então ainda bem que percebeste.
Veludinhos para ti

BlueVelvet said...

Filoxera,
beijinhos

BlueVelvet said...

Carlos,
acho que percebeu sim.
Veludinhos

Si said...

Cada qual sente as coisas à sua maneira, própria e única. Até às mesmas situações, vividas por pessoas diferentes, as reacções não são iguais.
Mas isso não as impede de entender, mesmo que não seja tudo o que queremos dizer.

josé luís said...

demoiselle velours bleu:

«Je suis une petite fille
Et tout le monde m'aime bien.
Je ne connais rien
Mais je suis si gentille!
Pas tous les jours, pas tous les jours!
Quelque fois je pleure et je rage.
- On ne peut pas être toujours
Sage comme une image!»

Lucie DeLarue-Mardrus
(je crois)



(e fico a torcer por si)

Sonia Schmorantz said...

Hoje gostaria de apresentar meu outro blogger, do wordpress, onde também ensaio meus rabiscos, gostaria da tua opinião:
http://schmorantz.wordpress.com/
um abraço

Patti said...

E depois há as outras pessoas, que nos entendem logo só de olharem para nós.

Antonio saramago said...

Prezada Amiga, já não sabendo bem o que vai na alma, sei no entanto que tenho o dever de te desejar ao menos um bfds.
Beijinhos

Nenúfar Cor-de-Rosa said...

Eu percebo o que dizes, mas há pessoas que conseguem entrar em sintonia com os teus sentimentos e pensamentos e aí acredito que aquela frase do "precebo-te ou compreendo-te" seja veradade! Um beijinho e bom fim de semana!!

Justine said...

Há solidões intransponíveis, com as quais temos de conviver. E por vezes o silêncio acaba por ser a única ponte entre dois pensamentos...
(adorei a tua música, hoje:))))))

Sunshine said...

Quem nos ouve dificilmente ouve as palavras que dizemos, mas o que interpretam delas.
beijinhos com raios de sol

Filoxera said...

Onde é que desencantas as imagens para os teus posts, amiga?

ematejoca said...

NÃO resisto de te perguntar, Blue Velvet, onde ficou o habitual "NÃO RESISTO..."!!!

Um domingo cheio de boas surpresas.

Grace Olsson said...

Blue..ninguém entende o outro, melhor do que ele mesmo.
Nao podemos epserar que nos entenda..:Eu mesma abandonei a ideia de...
bjs e dias felzies