21 January 2009

CHANGE HAS COME


We are a nation of Christians and Muslims, Jews and Hindus - and non-believers. We are shaped by every language and culture, drawn from every end of this Earth; and because we have tasted the bitter swill of civil war and segregation, and emerged from that dark chapter stronger and more united, we cannot help but believe that the old hatreds shall someday pass.
Barack Obama


...When black will not be asked to get back, when brown can stick around, when yellow will be mellow, when the red man can get ahead, man, and when white can embrace what is right...
Joseph Lowery

12 nhận xét :

salvoconduto said...

Oh Velvet quem sou eu para te tirar tamanho sonho, mas não esqueças que a maior parte ads medidas da governação têm que ser aprovadas no Congresso...

O homem já anda atrapalhado para que lhe aprovem o plano de combate à crise financeira.

Abreijos.

pedro oliveira said...

vamos acreditar!

Vekiki said...

Eu estou do lado dos que acreditam!
Vou levar o link deste post para o post de hoje do Vekiki, vale?
Bjs

Si said...

'I have a dream!' - Martin Luther King
Que o sonho se realize...
Beijinhos

Patti said...

We hope so.

Justine said...

Que as esperanças não se transformem em desilusões! Que ele, e nós todos, tenhamos a força!

vovó said...

continuo a afirmar, que se vivesse nos "states",tinha votado Obama, pois acho que o Sr. está cheio de boas intenções, mas... e o resto do stuff?... ele poderá tudo e com tudo sozinho?...
beijocassssss (ainda londrinas)

1/4 de Fada said...

Vamos ter esperança, que é a última a morrer...

nuvem said...

"(...)o homem sonha, a obra nasce."

Que hajam sempre sonhadores para que as realidades possam ser construídas com novas formas e cores.

Beijinhos

ematejoca said...

The First Lady ainda vai dar muito que falar. Penso que, ela não
é o tipo de mulher que só serve para decoração.

No "ematejoca azul" há um desafio para o Veludinho.

Até logo!

Filoxera said...

É bom assistir a isto...
E aqui ouve-se boa música!
Beijos.

Dona Gata said...

Confesso que já cá estive hoje várias vezes, regozijando-me, também com um novo começo para uma nova nação (tenho essa esperança), mas não vi desafio nenhum...
E continuo a não ver!