31 December 2007

RECOMEÇO

Recomeça….
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.

E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.

Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.

Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…

Miguel Torga

6 nhận xét :

Luís Galego said...

Recomeça….
Se puderes

por favor!!!!

QUE 2008 TE SURPREENDA (PELA POSITIVA, CLARO)

U Ó Mãe Que Dava Pulos said...

Blue
Vim ainda a tempo de te desjar um Ano Novo cheio de coisas boas.
Não é circunstancial.
Apenas desejo que venhas a sentir a alegria que ás vezes (parece) que te foje.
Beijinho

MADRUGADA... said...

Lindo!...

Obrigado pela partilha.

Pekenina said...

Querer sempre tudo por inteiro. Tentarei. :)
Beijos*

Oliver Pickwick said...

Ei, Velvet, pela transcrição e publicação dessa poesia, percebo em você uma real intenção de cantar várias vezes, durante este novo ano, aquela velha canção de Lennon & McCartney, na verdade, só do Lennon, Revolutions
Aqueça a voz, garota, e não tome muito gelado. Beijos!

Vitor Lopes said...

É sempre bom recomeçar, sinal que não se esqueceu