28 December 2007

POEMA DE FIM DE ANO


Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E — ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...
(Mário Quintana)
Para todos, Feliz Ano Novo

9 nhận xét :

Um Momento said...

E que nunca percamos a Esperança !!!
Adorei o poema ( conheço vários do Mário Quintana mas não conhecia este)
Tudo de Muito BOm desejo e ...Hope, Hope ,Hope de um MUNDO melhor de TUDO melhor!!!
Beijo assim GRANDE!!!!

(*)

Maria said...

Um feliz ano de 2008 para ti, em VERDE esperança......

Beijinhos

Zé Pedro said...

Olá Amiga,

Cá estou eu a comentar, " outra vez ", mas comentar, porque passar na sua casa passo diáriamente, se não é aqui no PC de casa, é numa escapadela no trabalho, agora quanto aos comentários tem toda a razão. Faço Mea Culpa, mas cada vez o tempo foge mais.

E nada melhor para comentar novamente aqui, do que um lindo poema que não conhecia, mas que muito gostei.

E já agora só um áparte, trate-me por tu, se faz favor.

Um Beijo e votos de um bom fim de semana, logo seguido de votos de um excelente Ano Novo com tudo aquilo que desejar, para Si e para a sua Família.

Mas ainda cá passo a desejá-lo.

Jasmim said...

É lindo o poema. Acima de tudo, custe o que custar, devemos manter acesa a vela da esperança.
Magnólia não está esquecida.

Joseph said...

Blue Velvet
Olá

É a primeira vez... que aqui venho.
Creio que já nos encontrámos várias vezes nos comentários dos blogs da Collybry,Serenidade, Silêncio sentido, etc.
Vim em boa hora pois apanhei um poema muito bonito do Mário Quintana.

Gostei do espaço, e virei visitar-te sempre que puder.
Deixo-te uma quadra:

Razão, irmã do Amor e da Justiça,
Mais uma vez escuta a minha prece.
É a voz dum coração que te apetece,
Duma alma livre,só a ti submissa.

http://para-la-caminho.blogspot.com

Prepara-te para a saída de um 2007 sem pés nem cabeça, e para enfrentar um 2008 que duvido que seja melhor. Oxalá me engane.

Saúde e Paz para todos.

Beij* amigo e cibernáutico.

Pekenina said...

Obrigada :) Igualmente :)
Esperança...Amor e Plenitude...e mais...MUITO mais para ti no 2008 que se aproxima e nesta réstia de 2007.
Beijoca,
Pekenina*

Pekenina said...

Presente para ti no meu cantinho*

Outonodesconhecido said...

Então, então... magnólia espera por ti: o chá e, porque naõ o filme.
Deixei-te um desafio no jasmim.
bj

Oliver Pickwick said...

Conheço este poema, Velvet. Como sempre, aprecio as suas escolhas.
Beijos!