19 April 2009

( 32 ) NÃO RESISTI


Susan Boyle Britains Got Talent 2009 -

Não costumo pôr vídeos neste blog. Guardo-os para o surfinginthewind, o meu outro blog que ninguém lê mas que me diverte.
Mas desta vez, NÃO RESISTI.
Isto de julgar as pessoas pela aparência nem sempre tem o resultado esperado.

Nota: Parem a música do blog, na coluna do lado esquerdo. Vale a pena.

13 nhận xét :

salvoconduto said...

O vídeo já conhecia, o que não sabia é que tinhas outro blogue. Vou lá dar uma espreitadela.

Abreijos e bom Domingo.

Emigrante said...

Estou na mesma posição do salvoconduto.
Fiquei maravilhada com a voz.
Vou agorinha mesmo dar um saltito ao teu outro blogue.

Beijokas e bfs

Teresa

Carminda Pinho said...

Fantástica voz. Quem diria, hein?!
:)

Beijos

f@ said...

Amanhã escuto de novo.... mto bela voz...

Beijinhos

Pitanga Doce said...

Vi este vídeo na Bacouca, uma amiga de Viana do Castelo. (ias gostar dela)

Acredito que o júri já tenha visto muita coisa ruim que por lá passou, mas não era para ter a reação que tiveram. Nem o júri nem o público que debochou da rapariga simples e desajeitada, enquanto ela explicava seu sonho e sua vida solitária. E mais! Fiquei pasma quando a consideraram velha quando disse que tinha 47 anos! Mas o que é isso?????

Quando ela abriu a garganta e o coração...chegou-lhes às barbas!
Quantas lourinhas de saias curtas sobem aos palcos e começam a miar e todos vão logo compras-lhes os discos? Aqui e aí!


Ó Blue, desculpa lá que escrevi outro post! Ó carago que me estiquei!

beijos e acabei de vir do cinema onde vi um filme nacional com a Lilia Cabral. Muito bom!

Pitanga Doce said...

Bom dia, Blue.

Acabo de ver Susan Boyle no telejornal da SIC. Dizem que vai gravar um disco.

BlueVelvet said...

Pitanga,
como sabes os comentários aqui, de moderados têm muito pouco. E nunca no tamanho. E nunca para os amigos. Portanto podes escrever os posts que quiseres aqui no Velvet.
Quanto ao teu comentário, vem ao encontro da razão pela qual pus o vídeo. As pessoas são más, minha amiga. Tens que ser nova e "gira", senão não tens hipóteses. Aparece-lhes ali uma mulher com ar de campónia, a dizer que o sonho dela é ser uma estrela como a Elaine Page e eles riram-se. Para mim, o pior ainda foi o júri que tinha obrigação de não ter aquela reacção.
Em todo o caso, ela calou-os e bem.
Quanto à história dos 47 anos, aqui em Portugal, tens mais de 35 anos, és velha!
E já me fizeste rir com essa de teres visto na Sic que ela vai gravar um disco.
Vês mais a televisão de cá do que eu. És mesmo gira.
Beijinhos e um resto de bom domingo

sagitario said...

olá velvet.
apesar de não entender inglês para entender a avaliação que lhe fizeram, mas que a senhora tem uma linda e potente voz é indiscutível.
Faz-me lembrar a Cesária Évora, claro só na imagem que aparentam, mas Deus dotou-as de lindas vozes cheias de musica.
Por isso acho que vai ser um grande talento e depois de fazer um trato ninguem a irá reconhecer

Nuno de Sousa said...

Este fds já vi este video umas 6 vezes ou mais... cada vez que o vejo fico arrepiado com a coragem e voz dessa senhora... ainda bem que apareceu a tempo de a cnhecermos.
Bjs grandes em ti e uma boa semana,
Nuno

Miepeee said...

Ja vi o video em varios blogs e arrepio-me toda.
Uma bofetada de luva branca para quem julga os outros pela aparencia.
Beijinho daqui ate ai.

de dentro pra fora.... said...

Eu vi durante a semana(já não sei em que canal, mas também não importa)e achei que foi uma 'bofetada com luva de pelica' e ainda por cima muito bem dada...

Oliver Pickwick said...

Pobre mulher. Teve os seus quinze minutos de fama à custa de nivelar-se a uma atração zoológica. Sem dúvida que este programa de sucesso mundial, e revelador de ídolos duvidosos, é a essência do desrespeito ao ser humano.
Os antigos romanos estavam certos, Panis et Circences.
Um beijo!

Gata2000 said...

Se há boas lições de vida esta foi uma delas. Acho que o facto de se julgarem as pessoas pela aparência é sempre um entrave a abrir o coração a algo melhor, o que as pessoas são e não o que aparentam.
Adorei, e até me comivi com a voz da mulher, confesso.