7 January 2010

DANCEMOS


Dança comigo. Aqui mesmo… sob as poucas estrelas que ainda ousam sair à noite apesar do frio. Envolve o meu carinho… abafa o clamor do mundo no silêncio dos teus braços… Aperta-me bem juntinho de ti para que cada batida do teu coração me guie os passos até casa…

Canta-me ao ouvido estrofes desse silêncio que a tantos oprime mas que me conforta… não me interessa se sabes de cor todas as palavras ou se inventas algumas pelo caminho, mesmo que o ritmo a que pauto a minha respiração possa vir descompassado… Nada mais importa que não sentir-te a alma em cada nota… e poder impregnar a minha do timbre quente da tua voz…

Olha-me nos olhos para que, perdida no meu amor por ti, possa amar também o meu reflexo… E, enquanto me tens prisioneira desse olhar, aprisiona-me também a vontade no sabor doce do teu beijo…

Abandona-te ao movimento dos passos que desenhamos na areia… não penses sequer no amanhecer que se aproxima. Se a lua é clave, o sol será maestro nesta nossa melodia singular… Perde-te em mim e deixa-te ficar aqui para sempre… Seremos noite, valsa, tango, mar e lua… seremos dança… tu e eu… concerto, adágio, simples melodia… juntos, livres, sempre apaixonados… encontremos sentido, amor, paixão apenas um no outro… e dancemos a eternidade numa vida…

20 nhận xét :

josé luís said...

demoiselle velours bleu,

l'amour, toujours l'amour...
(ce ballet du coeur)

Si said...

A dança é o expoente da sincronia dos corpos.
E a paixão o da sincronia das almas.

Pjsoueu said...

est l'amour est l'amour ...

"e dancemos a eternidade.."

Beijos

Pj

pedro oliveira said...

foto e texto verdadeiramente apaixonantes..
bjs

Justine said...

Que belíssima dança, BV! E eu dancei também, ao ritmo do teu texto:))

Dulce said...

Sentimentos, anseios, desejos, romance... tudo ao ritmo da dança dos corpos e do coração...
Lindo!...
Beijo

Patti said...

Oh Maria Velvet! Olha que eu não seu não!
Com tanta insinuação à perfídia, à lascívia e à devassidão, estou aqui a pensar qual será o post que sucederá este e estou quase, quase para te atirar com uma coimazita...assim uns 500 euritos.

A tua sorte foram as belíssimas metáforas de que te valeste, senão .... muito bonito. Eu n sei escrever sobre o amor assim.

Pitanga Doce said...

Estou com o que diz a Patti. Isto está correr muito bem, pelo que se vê na foto que, diga-se, não retrata exatamente a posição em que se dança. Ou sim?


Lá em casa também "azulei" e fui buscar outra praia que isso tem mais a minha cara.

beijos Blue-Blue!

BlueVelvet said...

Patti,
obrigada pela tua benevolência.
Quanto a não seres capaz de escrever assim sobre o amor, permite-me que duvide.
Já tentaste?
Bjs

Si said...

Sedona Blue,
Vai ter que ter paciência, mas as obras que fez no seu blog, as quotas de 2010 e a multa pela falta de decoro da foto, obrigam-me à tarefa de a multar em 1500 euros, fáxavor, que mais coisa menos coisa, vai dar ao montante que tenho para pagar das despesas de bolso da Presidência...

A Dona Pitanga e o Sr. CBO também já foram multados, que nisto ou há democracia ou comem todos!

Pitanga Doce said...

BLUE anda lá em casa que a PresidentA está pedir o nosso pescoço.

Fernanda said...

Goodness me!!!!

Estás apaixonada. Caidinha de todo. Pelo beicinho!
Que bom...

O texto está divinamente lindo, até me deixou o coração a bater mais forte :)))

Beijinhos

Chousa da Alcandra said...

Cheguei, vin e...gostei!.

Deixo saúdos dende o outro lado da raia, na Galiza

Filoxera said...

Ora sejas bem vinda de volta ao teu estilo arrojado, cheio de força num erotismo velado sob o manto poético das tuas palavras.
Lindo!

Fernanda said...

Olá BlueVelvet!

Eu juro mesmo, I swear, cross my heart, que estive aqui e deixei um comentário.
Será que estou a ficar passada???
Ou ainda está para aprovação???!!!

Mesmo que me esteja a repetir, para variar digo-te que não sabia que agora se chama dança, se bem que faz todo o sentido:)))))

Beijinhos

Tite said...

Não fora a coima em que incorreste, querida Blue, e tudo estaria perfeito neste post.

Imagem, palavras, sentimentos...

Senti-me quase voyeuse dum amor tão intimo que me vou sem delongas.

Continuem

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Cuidado, Bluevelvet, porque a brigada de costumes anda assanhadíssima. Também já me fora bater à porta a cravar umas multitas...
Mas sabe uma coisa? O seu texto é belísimo e estou disposto a ser sus testemunha de defesa em Tribunal

josé luís said...

miss veludo,

esqueci-me de lhe dizer que gosto muito deste novo look do seu blog
(e que mantenha publicado o acróstico) e que lhe dedico un petit prévert chez moi...

bj.jl.

Mika said...

Já li, reli e voltei a reler.
Mas plagiei a foto e enquanto te lia coloquei a mesma por cima da cor mas a preto e branco contrastado a negro...ficou ainda mais intimista todo o cenário.

Parabéns para a pena sedutora neste post.

Miguel

de dentro pra fora.... said...

Hummm! mas que dança!!!coisa boa!!!