10 September 2008

RISCOS CALCULADOS


Tiques, trejeitos e hábitos jogam ao gato e ao rato com a consciência. Irrompem sem filtro e são, definitivamente, delatores.
A postura feminina muda perante homens ou mulheres. Mulher entre pares endireita as costas, opta pelo conforto da coluna e sobe decisivos centímetros que lhe assegurem mais-valia. Passada a imagem inicial, e se a conversa empolgar, desleixa a atitude – puxa as calças descaídas, desce o top ou recoloca en su sitio o fio lateral da cuequinha. Tudo discreto, descomprimido e à revelia da consciência.
Tradução: estou no habitat com o qual me identifico.
Frente a um homem a atitude difere - ombros para trás evidenciando o peito, rabo para fora e barriga para dentro. Tudo somado, dá escoliose dorida.
Se em pé, avança uma perna relativamente à outra. Finalidade: valorizar a anca e demais atributos. Diálogo longo obriga ao automático: passar o peso de um pé para o outro, suavemente, acompanhando o bamboleio com o cabelo. Uma arrojada, dardejará no olhar dele, o dela. Iluminará os lábios humedecendo-os com a língua. Pelo vagar do gesto, ele poderá avaliar quão impressiva foi a imagem deixada e... os riscos que corre.
Eles com elas: esticam-se, confundem as mãos até acabarem no bolso do casaco ou dos jeans. Más-línguas sugerem que este é o momento escolhido para, subtilmente, acomodarem o deslocado. Partilham connosco o balanceio do aprumo.
Alguns itens do cardápio sedutor: ajeitar o cinto, brincar com os óculos de sol, aproximar-se dela num jogo táctil e olfactivo com pitada de sorriso bailador. Se não inventar razão para discreto toque na meia hora seguinte, o diagnóstico é simples: a lide é travada com um tímido, um indiferente ou um prudente até à medula.
Em qualquer dos casos, e valendo a pena, uma carga de trabalhos.

24 nhận xét :

RENARD said...

Olá Blue Velvet:

Vim dar uma vista de olhos ao seu blog, já que, tão amávelmente foi ao meu.
Em relação às diversões no PortAventuira, adoro aquelas coisas. Já que quase tudo que tem a ver com o acto de viver me mete medo porque me assusta sofrer, tiro a "prova dos nove" nestas coisas divertidas que funcionam como um estímulo de juventude! Põe-me às gargalhadas como uma criança que brinca e descobre novas sensações... Se fosse comigo ia ver que conseguia. Eu dava-lhe a mão e wwwwhhhhoooooaaaaa!!!!
Em relação à "blogonovela" com a Nata, limitei-me a responder com a verdade e não tenciono voltar a ter qualquer contacto com a Sra.
Sabe, quanto mais se mexe na merda, pior ela cheira... (Desculpa o escatológico, mas está no dicionário. É postanto vocábulo do léxico português...)

Uma valente beijoca e visite a minha toca sempre que quiser.

Parabéns pelo aspecto gráfico do seu blog. Achei o máximo...

Antonio saramago said...

As coisas Interessantes que esta Mª sabe!
As Mulheres são ATREVIDAS,fazem andar a cabeça de um Homem ás voltas e mais voltas para na maioria das vezes ser só mesmo para provocar.
Os Homens, na sua maioria são muito CONVENCIDOS e levam umas tampas muito bem dadas.
Existem Mulheres que têm mesmo o DOM de apenas se exibirem e lá está o velho ditado que a COISA não está na TÈSTA!

1/4 de Fada said...

Natas? Julgava que só frequentavas travesseiros da piriquita, Princesa :)) Também não te escapa nada... Temos que falar! Estou de saída para a escola, volto depois para o teu post, que me deixou deliciada logo pela manhã. Bluevelvet, a propósito, desde quando é que te comparas com uma baleia, por muito bonitas que elas sejam?!

Rafeiro Perfumado said...

Isso explica muitas das figuras tristes que as minhas colegas fazem aqui no departamento. É que sou o único homem... ;)

Vekiki said...

Gostei desta descrição do "namoro"...é tão bom namorar!

pedro oliveira said...

E a carga de trabalhos nem sempre corresponde a riscos calculados...
Todos ná já passámos por esta sugestiva descrição.

Pedro Oliveira
vilaforte

Cecília said...

Volto a ter a sensação de "déjá vu" quando, ao ler este texto, me lembro da discussão aqui gerada por uma frase do Sr. Francesco Alberoni...
Conforme se prova pelo post adjunto, o erotismo consegue-se na perfeição sem recurso nem a termos científicos, nem, muito menos, a vulgaridades ou palavrões...

E já vão dois....
Como não há duas sem três, fico a aguardar o post de amanhã.....

P.S. Apenas um reparo: não era suposto os homens continuarem na ignorância quanto à descodificação de alguns gestos, para continuarem a apregoar o mistério da mente feminina?? Tsq, tsq, tsq....

Filoxera said...

Será que já não há espontaneidade?...
Beijos.

Patti said...

Códigos de comportamento, não será?

no plano sentimental, emocional, erótico ainda mais os há, porque ai tudo funciona no subentendido. Uma coisa, quer dizer outra e no caso das mulheres a dualidade de intenção aumenta.

Será por isso que eles dizem que não nos compreendem?
Mas então se é assim, como é que também dizem que somos todas iguais?

Muito bom de novo, BlueVELVET (vês não me esqueci do teu veludo).

1/4 de Fada said...

Conforme prometido, regressei. Não há dúvida que descreves muito bem o que se passa. Somos muito parecidos na diferença, nós, homens e mulheres, no que toca à sedução. Mas queres saber? Sempre me atraíu muito mais uma conversa daquelas que só conseguimos ter com algumas pessoas do que um magnífico jogo de sedução... inclusivamente, um namorado meu, daqueles que ficou meu amigo para sempre, amigo com maiúsculas, disse-me uma vez que o caminho para me conquistar passava muito mais pela comunicação do que por outra coisa qualquer.

BlueVelvet said...

Olá Renard,
obrigada pela visita.
Quanto ao Port Aventura, como lhe disse sou doida por adrealina: viagens de balão, asa delta, ultraleve, etc, etc Mas montanhas russas e quejandos, nem pensar. Experimentei umavez numa pequenina e ia morrendo. Há mesmo estudos de Universidades americanas que provam que os "miolos" que estão na "caixa dos pirolitos" se baralham lá dentro.
Ora, como já não sou muito boa do juízo, tá a ver...
Ainda bem que gostou da minha casota.
Também gosto:))
Volte sempre.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

António,
a sorte é que na maior parte das vezes, entre atrevidas e convencidos, salvam-se todos:)
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

1/4 de Fadas,
não me comparei com a baleia, mas com a situação.
Foi um espectáculo.
Ainda é coisa para fazer um post sobre isso.
Nessa coisa da sedução, embora tenha o defeito de ser atraída como por íman, por homens bonitos, depois o que conta é a conversa.
Se for só bonito, nada feito.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Rafeirinho,
só mulheres???
Xi, então passas o dia aos raufs, raufs, atrás delas:))
Beijinhos

BlueVelvet said...

Vekiki,
é óptimo. Já me esqueci porque não exerço há muito, mas enfim.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Pedro, e não é?
Já passámos, sim.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Cecília,
bem visto, sim senhora.
Ligou este post ao tal...que prazer ter uma leitora assim.
Quanto ao seu reparo, tem razão.
Não devia ter contado os nossos truques:))
Beijinhos

BlueVelvet said...

Filoxera,
pouca amiga.
Tudo nas relações humanas tende a ser calculado.
Infelizmente.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Patti,
vi que não te esqueces-te do Velvet, vi:))Mas podes pôr só Velvet. Adoro.
E obrigada pelo teu 5 de nota.
Não sei se vou conseguir manter a média...
Beijinhos

Leonor said...

Ahahah

revi aqui algumas pessoas, sem tirar nem por. Não que eu tamb´´em não tenha alguns cuidados, claro, mas há mulheres que ligam o automático...

veludinhos

Meg said...

De passagem do Fórum não pude deixar de comentar, pois ao ler este post foi como se assistisse a um filme, tal a veracidade da imagem que nos consegue passar. E ri a bom rir...é que é mesmo assim!
Obrigada pelo momento de boa disposição.
Um abraço

BlueVelvet said...

Leonor,
viva!
Que bom que achou graça. Gosto sempre de a ver por aqui.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Meg,
bem vinda.
Ainda bem que deu para se rir.
Veludinhos azuis

Justine said...

Body-talk com as devidas legendas!
Muito bem descrito e quase tudo verdade verdadinha...:))
Divertiu-me imenso