8 December 2008

GIFTS YOU CAN GIVE ALL YEAR AROUND

zwani.com myspace graphic comments

É sabido, porque já o disse aqui, que adoro o Natal, a época, o cheiro, as reuniões familares, os doces tradicionais, a parte religiosa e a parte pagã.
Também já escrevi que não tenho paciência para as pessoas que resolvem que esta é a altura boa para lembrar que há guerras, que há pobreza no mundo, que há quem não tenha nada no Natal.
Para mim, isso deve estar presente na nossa mente e nos nossos actos, todo o ano. E se pudermos, ajudar os que realmente não têm nada.
Este ano, talvez por causa das dificuldades financeiras, muitas pessoas estão desmotivadas, não lhes apetece falar do Natal, não têm dinheiro para presentes e isso aflige-as.
Lembrei-me que o ano passado, embora tenha tido muitos presentes, houve um que me tocou especialmente.
Foi-me dado pelo meu filho "americano".
Um quadro lindíssimo, com um bordado victoriano, que dizia o que se segue:


GIFTS TO GIVE ALL YEAR AROUND


Gift of Praise
Appropriate mention, right in front of the other fellow, of superior qualities or of The a job or deeds well done.

The Gift of Consideration
Putting yourself in the other's shoes and thus providing your genuine understanding of his side of the case.

The Gift of Concession
Humbly saying at just the right point, "I am sorry, you are right and I am wrong".

The Gift of Gratitude
Never forgetting to say "Thank You" and never failing to mean it.

The Gift of Attention
When the other fellow speaks, listen attentively. If his words are directed to you personally, meet his eye squarely.

The Gift of Inspiration
Plant seeds of courage and action in the other person's heart.

The Gift of Personal Presence
In sickness, in trouble or in great joy, there is nothing quite equal, to your personal expression of sympathy or congratulations.

Resolve to give these gifts each day. You will be pleasantly surprised at what you will receive in return.


Se tentarmos agir assim ao longo de todo o ano, o espírito do Natal, como a solidariedade, a fraternidade, o amor ao próximo, espalhar-se-à pelo mundo, e não haverá necessidade de falsos bonzinhos no Natal.
Nota: Não traduzo porque quase todos os vizinhos sabem inglês

15 nhận xét :

salvoconduto said...

Do Natal aprecio a parte pagã. Não me venham cá com os anjinhos, existem em excesso por esse mundo fora, muito menos com a missa do galo. Que raio, quem é que se lembra de ir para uma missa empaturrado? Festa da família isso sim, não a dispenso.

Abreijos.

BlueVelvet said...

Salvo,
mas não é suposto ir-se para a Missa do Galo empaturrado.
Antes da Missa só se come o bacalhau com as batatas e couves, os aperitivos e tal.
Depois da missa é que é a Ceia que empaturra:)
Veludinhos natalícios

Ovinho Estrelado said...

Não traduzes mas acho mal...

Agora quero fazer essas boas acções todas que dizes que estão nessas frases enormes e não vou poder. Não sei tanto inglês que me permita passar a ser uma pessoa espectacular este Natal, seguindo os prováveis conselhos dessas frases do quadro que o teu filho te deu e tudo por tua causa.

Se eu não receber o micro-ondas de €200 que vi na Worten, vou dizer ao Menino Jesus que não fui boa pessoa pq tu tiveste preguiça de traduzir coisas fofas para eu me tornar numa pessoa melhor.

enfim...

beijo
:D

Si said...

É um texto lindíssimo, que, levado à letra por cada um, até a paz no mundo tornaria realidade.
Beijinhos

Justine said...

Estou um bocado(um bocadão) fora deste filme todo, embora compreenda todos os argumentos!
De modo que deixo apenas o meu abraço...de compreensão:))

Violeta said...

Blue
detesto o Natal, sempre detestei desde criança, mas respeito os gosts dos outros.

BlueVelvet said...

Ovinho,
Lol
Pois, pois.
Mas para que queres tu um micro-ondas de 200€? Os mais baratos também estrelam ovos.
Beijinhos natalícios

BlueVelvet said...

Si,
também concordo consigo.
Por isso o pus aqui.
Se é para ser bom então que o sejamos o ano inteiro.
Beijinhos de mim para Si

BlueVelvet said...

Justine,
tenho pena que esteja fora do filme, mas imagino que seja por opção. Que respeito, naturalmente.
Mas, deixo-lhe
Beijinhos natalícios rsrsrs

BlueVelvet said...

Violeta,
obrigada pela visita.
Lamento que não gostes, mas respeito, claro.
Beijinhos e volta sempre

Sunshine said...

E mesmo no Natal existem presentes que se podem dar sem se gastar muito. O mais importante é fazer sentir a nossa presença junto daqueles de quem gostamos.
beijinhos com raios de sol

1/4 de Fada said...

Não me importava nada de receber presentes deste género o ano todo. Infelizmente, raramente os encontramos, nem no Natal, nem no resto do ano, mas ainda existem, baratinhos, porque quase ninguém lhes liga...

Filoxera said...

São boas ideias. As que eu quero receber também se enquadram neste espírito.
Beijos.

de dentro pra fora.... said...

São presentes raros hoje em dia, tento sempre dar o The Gift of Consideration e não me canso de o repetir aos meus filhos,
mas um pouquinho de todos não fazia mala ninguém, tens um filho com muito bom gosto para presentes :)

Patti said...

Muito bonito este presente, Blue.

The Gift of Consideration
Putting yourself in the other's shoes and thus providing your genuine understanding of his side of the case: it's my favourite!