19 February 2009

(6) TOU DANADA!







É raro manifestar aqui a minha posição sobre assuntos de política, seja ela nacional ou internacional, ou sobre outros que considero polémicos.
Não foi com essa finalidade que criei este blog, e é difícil em poucas linhas, explicar bem certas tomadas de posição. Limito-me quase sempre a deixar a minha opinião nos comentários dos blogs que a estes temas se dedicam.
Mas, de tanto calar, às vezes engasgo-me e desta vez o copo transbordou.
Estas fotografias são algumas que escolhi de uma série tirada durante uma manifestação realizada em Londres, há poucas semanas, pela comunidade mulçumana e cujo tema era “A Religião e a Paz”.

O Islão dominará o Mundo.

O Inferno para a Liberdade!

Decapita os que insultem o Islão!

Preparem-se para o verdadeiro Holocausto!

Europa aprende a lição com o 11 de Setembro!

Europa vais pagar. O teu 11 de Setembro está a caminho!



Estes são alguns dos slogans que se podem ler nos cartazes.
Alguém me pode explicar em nome de quê que uma manifestação destas é autorizada? Ah, em nome da liberdade de expressão....
Alguém me pode dizer em quantos países islâmicos uma manifestação deste tipo, mas ao contrário, seria permitida?
Há gente para quem os valores da democracia, da liberdade e outros que a Europa defende, simplesmente não existem.
Sobre o 11 de Setembro nos Estados Unidos já ouvi dezenas de teorias, até que tinha sido o Bush a prepará-lo.
Sobre o 11 de Março em Madrid, que tinha dado jeito por causa das eleições.
Sobre os atentados no metro de Londres, nem sei bem qual a cabala supostamente montada.
E não adianta virem dizer-me que a Alqaeda foi treinada nos EUA. Eu sei.
Nem que o 1º avião a levantar de um aeroporto americano após o 11 de Setembro levava membros da família do Bin Laden. Eu sei.
E já agora que também não venham dizer-me que nesta manifestação estavam ingleses mascarados, para comemorarem o Carnaval mais cedo.
Ou mesmo, pensando bem, que nem há terroristas.
Nem ataques suicidas.
Nem muitas, muitas virgens à espera deles, lá no céu deles.
Paz? Que Paz querem eles?
Chega uma altura que até os mais tolerantes têm vontade de dizer Basta, ou como eu costumo dizer,
ENOUGH IS ENOUGH!

45 nhận xét :

Luis Bento said...

A europa engordou, aburguesou-se e, por medo, ficou muito tolerante... haja quem reaga... e agora chega de comentários..."enough is enough

salvoconduto said...

É aquilo que eu considero a religião no seu melhor...

Abreijos e tem cuidado olha a tensão arterial!

Carminda Pinho said...

Tem calma, miúda...:)

Beijokas

C NARCISO said...

Olá BlueVelvet.
Fez bem em exteriorizar uma das coisas que a incomodou/incomoda.
Em relação ao seu comentário, há que separar as coisas- uma é o terrorismo (islâmico), outra, é o alegado aproveitamento que este ou aquele pode fazer/fez dele.
Os terroristas islâmicos existem (entre outros fanáticos religiosos), disso não há qualquer dúvida. São fanáticos, intolerantes, perigosos, etc...
MAS. Tenho que fazer aqui um parêntesis- (já escrevi isto algures...)- o terrorismo a que temos assistido nas últimas 2 décadas (após 1991), resulta silmpesmente dos ataques dos EUA a determinados países; dos EUA e dos países que os apoiam.
Na minha pouco humilde opinião, os terroristas fanáticos islÂmicos agem por resposta ao que consideram uma agressão contra eles- é assim que eles pensam. Lutam contra os "impuros"- nós ocidentais. Talvez se os ocidentais não os tivessem atacado não assistíssemos aos ataques terroristas. Talvez... (nunca o saberemos)
Em relação À liberdade de expressão que terá estado na base da aceitação desta e de outras manifestações- a liberdade de uns termina onde começa a de outros! Acho que nenhum país deve aceitar "slogans" deste género, venham de quem vierem.
Óptimo dia para si.

Tretoso Mor said...

Veludinho,

Foram cometidas atrocidades no passado em nome da religião. Inadmissível!
E sem que isto sirva de desculpa, os tempos eram outros e as mentaliddes também.

Nos dias de hoje, sabendo todos o que sabemos, é também inadmissível este tipo de pensamento e comportamento.

Onde é que isto vai chegar, não sei. Como evitá-lo, também não sei, o que sei é que em pleno sec XXI, se pense desta forma.

Concordo plenamente contigo, quando questionas sobre o que aconteceria se num país Islâmico se fizesse uma manifestação idêntica, mas ao contrário!

É curioso pensarmos que enquanto a civilização progride a todos os níveis e, em particular, as diversaas religiões procuram liberalizar o pensamento e as regras, existem outras faixas que desenvolvem o fundamentalismo absurdo e retrógrado!...

Tretices em paz para ti.

Si said...

Está tudo dito e mais que dito, não vale a pena dizer mais nada, ou ainda me engasgo também com a repulsa que tenho por fundamentalismos de mentes retorcidas.
Para acalmar, faça o favor de passar lá em casa, que tem uma coisa à sua espera....

P.S. Não há direito...fiz mal as contas ;)

vovó said...

minha Linda, não vou comentar o post, porque este tipo de "coisas", também me tira do sério...

hoje, só quero deixar um abraço, bem macio como veludo azul, numa "Euzinha" :) que faz anos :)?!...
PARABÉNS, Blue!
que este teu novo ano de vida, te traga esperança, clama, alegria, saúde...
para variar, estou à pressa, mas depois "falamos"...
beijocasssss

pedro oliveira said...

Quando a nossa tolerância dá azo à intolerância dos outros, ficamos a pensar se vale a pena continuarmos a ser tolerantes.
bom fds

vovó said...

para variar, acho que me enganei na data!!! desculpa!!!
mas era boa a intenção... é só amnhã, não é???...
beijocasssss

Miepeee said...

Completamente de acordo!Ate me deu volta ao estomago.

Tens um mino á espera no meu estaminé:)

Beijinho

Patti said...

O extremismo religioso é capaz das maiores calamidades.

Se outra religião qualquer fosse ela judaica, budista ou cristão se manifestasse assim contra o islamismo, já estava com a vida marcada.

Justine said...

Continuo a pensar que as religiões, todas elas, só trouxeram guerras, intolerância e fundamentalismos à sociedade. Ah, que melhor seria o mundo sem a necessidade de metafísica!

paulofski said...

Vim cá ter pelo aroma perfumado a chá que a Si me convidou.

Contra-manifesto-me sobre qualquer tipo de fundamentalismo religioso ou outro qualquer.

Voltarei

Gata2000 said...

"A Religião e a Paz"? Curioso como ao longo dos séculos a religião tem sido apanágio para todo o tipo de abusos e horrores.Eu acredito em Deus, a sério que acredito, no meu Deus, um Deus idealizado por mim, que não compreende os insultos de cristãos, hindus, islamicos nem budistas à PAZ, à VIDA. Acho que o meu Deus é melhor que o deles, mas nem por isso sugiro um exterminio dos restantes, nem ameaço com o apocalipse. São posturas.

f@ said...

tchiiiiiii ainda bem que ando nas nuvens....

Beijinhos

fj said...

pronto! nada de comments politicos, não recebo para isso1 eheheh!
bjinhos e bom fds de...carnaval
(-_-)

Pitanga Doce said...

Mas eles não vivem sem isto, o que queres?

Olha, tens uma pergunta lá nos comments.

Mar Arável said...

Porque teria sido autorizada?

Remorsos?

Democracia aberta?

Medo?

Falência de valores ocidentais?

Hipocrisia?

Maria said...

Ainda bem que estive fora e com net que ia abaixo a toda a hora....
... pelo que já nem vale a pena comentar - aliás, conheces a minha posição.
Mas deixo-te uma pergunta: achas que vives em democracia e em liberdade aqui?

Grace Olsson said...

Blue, nma cidade sueca em que vivo, SO SE VER MUCULMANOS.
VC ENTRA NUM MÔNIBUS E DAR DE CARA COM 85% DELES. ELES VAO DOMINAR O M UNDO E A NÓS TODOS. QUE DEUS NOS PROTEJA..BJS E DIAS FELZIES

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Sou contra os fundamentalismos, mas é justo reconhecer que foi a inépcia e a lassidão da Europa que criou estes monstros. Agora talvez seja tarde para arrepiar caminho.
Bem, há sempre a hipótese de uma repetição da História, mas não queria estar cá para assistir...

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Sou contra todos os fundamentalismos, mas é justo reconhecer que a lassidão e inépcia da Europa contribuiram para isto. E a Igreja Católica també está a dar uma ajuda, com Bento XVI...
Agora talvez seja tarde parar arrepiar caminho. A não ser que a História se repita. Mas nesse caso, não gostaria de estar cá para assistir...

Maria said...

Curioso...

BlueVelvet said...

Luis,
bem vindo.
Haja quem reaja, como diz.
Volte sempre.

BlueVelvet said...

Salvo,
já tomei um comprimido:)
Abreijinhos

BlueVelvet said...

C Narciso,
o meu post tem a ver exactamente com a autorização da manifestação com slogans daqueles.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Carminda,
saltei-te por cima. Desculpa.
É dos nervos:)

BlueVelvet said...

Tretoso,
faço minhas as tuas palavras.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Si,
não se engasgue que para engasgada basto eu.
Já lá vou ver:)
Beijinhos de mim para Si

BlueVelvet said...

VóVó,
brigada.É amanhã, apressadinha:)
Beijokinhas, amiga

BlueVelvet said...

Pedro, nem mais.
É aí que quero chegar.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Miepeee,
obrigada.
jokinhas

BlueVelvet said...

Patti,
já tinhamos todos a cabeça a prémio.
Pior: já temos.
Bjs

BlueVelvet said...

Justine,
respeito a tua opinião e ao longo dos tempos a Igreja Católica também cometeu atrocidades.
Mas hoje em dia, nem o budismo, nem o cristianismo nem nenhuma outra, excepto esta, incita e comete violências destas.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Paulofski,
bem-vindo.
Fico contente por vê-lo por aqui.
Estou consigo.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Gata 2000,
nem mais.
O meu Deus é igual ao teu.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Fa,
que sorte a tua. Dás-me boleia?
Beijinhos

BlueVelvet said...

fj,
não gosto do Carnaval mas desejo-lhe um bom para si.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Pitanga,
já lá vou responder.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Mar Arável,
por essas razões todas.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Maria,
conheço a tua posição sim.
Quanto à tua pergunta, não será a melhor democracia nem temos verdadeira liberdade, mas esse não era o tema do post.
Beijokas revolucionárias

BlueVelvet said...

Grace,
que Deus não te oiça.
Beijinhos amiga

BlueVelvet said...

Carlos,
nem eu, nem eu.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Maria,
estou curiosa em saber o que achas curioso:)
Beijinhos

Oliver Pickwick said...

Ora, Velvet, isto é fácil de resolver, é só o ocidente deixá-los quietos lá nas terras deles. Se Portugal fosse invadido pela Espanha, aposto que seria uma das primeiras a brandir cartazes pelas ruas de Lisboa com dizeres não muito diferentes destes.
Quem semeia ventos, colhe tempestades.
Um beijo!