31 December 2009

O TEMPO EM FATIAS

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
um indivíduo genial.
Industrializou a esperança,
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação
e tudo começa outra vez,
com outro número
e outra vontade de acreditar
que daqui pra diante vai ser diferente.

Carlos Drummond de Andrade

Happy New Year 2010 Comments and Graphics for MySpace, Tagged, Facebook


10 nhận xét :

salvoconduto said...

Vai, vai ser para ti um ano de 2010em grande, tu e o teu (tua) sobrinho (a).

mjf said...

Olá!
Obrigada:=)
O Ano Novo, somos nós que o vamos fazer...por isso vamos fazê-lo melhor que o anterior:=))
Certo???

Beijocas

Maria said...

Bom ano pra ti, BlueVelvet.

Beijo

Antonio saramago said...

Pois também e
u nunca entendi quem deu o nome aos dias, aos meses etc. etc.

Mais uma vez, muito Espumante e pouca bedeirita, mas muita alegria!!!

josé luís said...

miss veludo,

gosto sobretudo das fatias 7 e 8 (lembram o verão e as férias...)
;-)

[logo à noite passa da fatia 12 para a fatia 1 com número novo... que 2010 seja para si um ano ímpar! (apesar de ser par...)]

Mika said...

Por isso mesmo o 13 não poderia ser número de mês...o sábio criador era supersticioso.
E nós gostamos tanto que o tempo decida-
Hoje vou arrumar todos os assuntos pendentes ou por pender. Vou tentar que o último minutinho seja para as passas antes das última badalada.
E entrar, ainda não decidi onde, no ano do 10.
Abraço e uma mordidela decidida na ultima fatia do 9.

Miguel

Pitanga Doce said...

E não é que eu acredito?


BEIJOS A BLUE BOOP E A BETTY VELVET! hehehe

Pena said...

Fabulosa Amiga:
Um poema muito profundo e sensível na mensagem de solidariedade, altruísmo e sentido de justiça que transmite fantasticamente.
Excelente!
Possui um Don de maravilhar e encantar.
Parabéns. Faço votos para que o Ano Novo que se inicia corresponda às suas expectativas.
Admiro o que escreve com bom-humor, sentido crítico e requinte na sua sensibilidade fantástica e perfeita.
Feliz 2010 na companhia da sua maravilhosa família.
Beijinhos de uma amizade sincera que preservarei sempre.
Com imenso respeito e estima preciosa perante o seu talento quase mágico na difusão do que pretende expressar de forma pura e repleta de beleza.

pena

EXTRAORDINÁRIA, amiga!
MUITO OBRIGADO pela amabilidade e simpatia deixadas expressas no meu blogue que adorei.
Bem-Haja!
VOCÊ ENCANTA!

LopesCa said...

Bom Ano 2010 com tudo de frutuoso.
Jinhos da LopesCa

Pena said...

Amiguinha linda:
Desculpe, mas tenho algo a acrescentar ao seu significado do tempo num Post delicioso e soberbo feito coma sua ternura imensa.


Vivifico um tempo. Atemporal.
As palavras falam da existência. Da minha. Da dos outros. Que vivem presentes no meu aconchego. Na minha harmonia que difunde ternura. No carinho como trato o Planeta.
Fundem-se com ele. Porque não…? Por dedicação. Empenho. No encanto apetecível. Como o vejo e que Sinto.
Numa manifestação de conforto. No sossego atemporal como visualizo tudo. Complexo. Exigente, este Mundo.
O fazer nexo? Sei lá se o mundo faz nexo? Nunca mo diz. Guarda-o para si.
Este Mundo…
Cúmplice. Misterioso. Sentido em tudo o faço.
É muito tarde para me preocupar. Sonho, apenas e só.
É uma hora da manhã que se mistura com o que sou. Está uma noite sem imprevisibilidade. Como o Mundo que amo. Sinto-me percorrê-lo no meu sentimento.
Não penso, nem espero que me dê justificações, mas que falo dele, falo. Inúmeras vezes.
Sem fim…
Nada me sinto dizer mais…
Vivifico um tempo. Atemporal, sabem…?
Trata-se de mais uma página branca inacabada de um cidadão.
EU…!


Beijinhos amigos de ENORME respeito.
Um Post fabulosa numa pessoa perfeita.
Feliz Ano Novo de 2010 extensivo à sua linda família.
Sempre a admirar o seu talento.


pena