3 December 2009

ORAÇÃO CELTA


Os mitos e a história dos celtas sempre me fascinaram e muito por causa das suas mulheres ruivas, altas, tão lindas quanto valentes, urrando gritos de guerra num campo de batalha, brandindo as suas próprias espadas ao lado de e contra homens tão fortes quanto elas.
Se calhar, antes de irem para as guerras, rezavam esta oração.


Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalante ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.
Que a musica seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.
Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.
Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.
Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível, tocando o centro do teu ser eterno.
Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.
Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!
Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e atua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, só se sente.
Que esse amor seja o teu acalanto secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.
Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!

Não precisam de a rezar, mas que os desejos são lindos, isso têm que concordar.
Ou não!

9 nhận xét :

salvoconduto said...

Já nem com orações me safo. É "mal" que vem de dentro... E como diria o Octávio Machado, "tu sabes de que é que eu estou a falar"... Ainda hei-de escrever um post que seja "consensual".

Entretanto, abreijos.

pedro oliveira said...

Podemos dizer que afinal havia mulheres perfeitas,lol.... ;)

bom fds bjs

Patti said...

Linda oração.
Eu mal me falam em celtas, vem-me logo à memória as deusas de Avalon, a neblina, as travessias no lago....

Si said...

É difícil reunir numa só oração todos os nossos desejos secretos, individuais ou colectivos, mas é, sem dúvida, um belíssimo princípio...

Angel said...

Eu concordo...um fim de semana cheio de Sonhos...

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Talvez seja um bocado suspeito, porque sou um apaixonado pela cultura e música Celtas, mas adorei esta oração que não conhecia.

Pó de Estrela said...

Veludinho

adorei esta oração celta. eu sou apanhadinha por tudo o que seja celta!

no meu blog só tenho música da Enya!!!

então e as memórias? estamos todos à espera!

beijinhos com pózinho de canela

de dentro pra fora.... said...

Eu confesso ...eu rezei-a, aqui com o silêncio por companhia, linndaa!

Turmalina said...

Vou ter de ser retundante e dizer que adorei este post tb :o)
Na minha adolescência minha bíblia foram os livros da Marion Zimmer Bradley, que contavam histórias de mulheres assim.Foi o início da minha revolução pessoal.Confesso que fui influenciada por cada uma das suas heroínas.E até mesmo pelas personagens secundárias.Mais tarde estudei os costumes celtas até chegar às wiccans.É um caminho sem volta, felizmente.