15 April 2008

SOU DE SOL, SOU DE MAR...

Há umas semanas atrás entrou-me pelo meu bistrô um comentário de um senhor Ermita, com um blog alojado em http://eremiterioblogspot.blogspot.com/
Como sempre faço, fui agradecer a visita.
Ele voltou mais umas vezes e numa delas convidou-me para um jogo que ia organizar.
Aceitei, mas depois de ver as palavras arrependi-me amargamente:)))
As regras são um pouco complicadas à 1ª, mas depois chega-se lá.
Cada blog inscrito, e por ordem alfabética e rotativamente sugere 3 palavras.
Quando estão reunidas 12 ele publica-as, e com elas temos que escrever um texto em poesia ou prosa e enviá-lo por mail até ao dia estipulado e ele depois publica os textos.
O 1º foi postado dia 12 e as minhas palavras foram: Céu, Azul e Mar.
A minha humilde contribuição aqui fica, mas se quiserem ler alguns textos verdadeiramente notáveis, passem por lá.
Garanto que não se arrependem.





Não me falem do Outono
e de suas folhas caídas.
Muito menos do Inverno
com frio, chuva, vento e tempestade.
E mesmo a Prima Vera é só isso.
Uma prima.
Tudo pela metade.

Sou de países quentes,
sou de paixões,
sou de sol e
sou de mar .

De noites abafadas e
céu estrelado.
E de azul.
Um azul imenso.

Sou de céu.
Sou de mar,
Sou de sol
E dos teus olhos
que me chamam,
e me guiam,
e iluminam,
como um Farol.

Foi numa noite assim
que chegaste.
E vieste
de mansinho
e me tomaste,
e me amaste,
e aquele amor que vivemos
avassalador,
nem o tempo,
nem o distanciamento
abrandaram dele o calor
que a fusão
dos nossos corpos
provocou,
no comungar do extâse
apenas amortecido,
no descanso
do amor vivido.

Sou de céu.
Sou de mar,
Sou de sol,
Sou de amor,
e o erodido tempo,
só fará aumentar
o seu calor.

Sou de céu.
Sou de mar,
Sou de sol,
Sou de amor.

13 nhận xét :

Patti said...

Oh mulher, humilde contribuição?

Temos poetisa oh quê?

'Tá Bestial!

Eu não faço 2 versos seguidos, só daqueles mesmo idiotas, da escola primária. Sou decididamente de prosas, não de poesias e tenho pena.

Pena said...

Linda Amiga:
O jogo deve ser interessante, mas, sinceramente, o seu talento deve dar conta do mesmo. De forma perfeita. Aliás as palavras escolhidas são muito sugestivas.
O poema?
Transcende-me pela beleza e pureza.
Gostei muito, com sinceridade.
Tem uma veia poética linda e poderosa num coração puro.
Brilhante!!!!!!!!!!!!
Beijinhos amigos que a respeitam.
Sempre a estimá-la imenso.

pena

Mary said...

Que lindoooo Blue...fiquei mesmo arrepiada! Um elogio ao AMOR usando palavras mágicas. Parabéns...
beijoquinhas com saudades

Sunshine said...

Lindo, blue.
Adorei o poema todo, mas a última quadra sou eu.
Beijinhos de Sol radioso

Filoxera said...

Estou a ler a letra de alguma canção em ritmo brasileiro ou és tu mesma a autora desta beleza?
Beijos.

f@ said...

Ora aí etá uma ideia mto original que sortiu um efeito feito...belissimo Beijinhos das nuvens ensonadas...

provokactor said...

Velvet, Sweet Velvet!!
Un grande dia s'anúncia,
você é só, a responsàvel
por a situação impénsàvel
ke no blog da F@
desenkadeia tanta armonia!

hoje, o tempo é esk....

conhecimento said...

Eu como ando sempre nas núvens, não gósto do Mar, mas adoro o sol e sou apaixonado da chuva.
Aproveito para te dizer que vás buscar o teu PRÉMIO ao meu blog, isto se quizers, claro que não és obrigada.

Baraújo said...

nao tens de te arrepender, pelo contrario! orgulho.

mas eu percebo-te, deixa estar! hehe... normalmente tento-me escapar...

beijo.

@nn@ said...

belo exercicio de estilo sim senhora. ta na moda, faz lembrar o post do manuel ha dias. isso tem um nome mas francamente esqueci.

Bernardo Moura said...

Passei para deixar um beijo!
:)

Sol da meia noite said...

Amiga, muito gosto do modo como te defines, dando-te a conhecer, na simplicidade este poema.

Mil beijinhos

FM said...

Ohh Blue, eu gostei do texto... principalmente da forma como o terminas.
Não estárás a ser demasiado exigente contigo mesma?!? É que escreves tão bem, tão bem...
Beijos com Carinho.