9 April 2008

SPAM, SPAM, SPAM


No dia 31 de Março de 1993, 2 advogados americanos enviaram aquele que é considerado o 1º e-mail spam na história da internet, oferecendo os seus serviços para mais facilmente tratar da documentação para obter o green card nos Estados Unidos.
SPAM é, hoje em dia, a designação universal atribuída a correio electrónico normalmente composto de mensagens enviadas em massa, sem o prévio consentimento do destinatário, para vários endereços em simultâneo e quase sempre de teor comercial e publicitário.
Geralmente os spams, têm um carácter apelativo e na grande maioria das vezes são incómodos e inconvenientes, tornando-se assim num problema grave, pois as mensagens são mandadas continuamente.
Há uns anos atrás, por vezes a nossa conta de correio electrónico ultrapassava a respectiva quota e perdíamos mensagens realmente importantes por causa do Spam. O problema diminuiu com a criação de filtros anti spam e com o aparecimento do mail do Google que tem uma enorme capacidade de armazenamento.
É dificil avaliar a quantidade de SPAM em circulação, mas sabe-se que tem vindo a aumentar continuamente.
Em qualquer caso, se é aborrecido recebermos os tais mails, é bem divertida a história do aparecimento do termo SPAM.
Originalmente, SPAM foi o nome dado a uma marca de fiambre picante (Spieced Ham) enlatado, fabricado por uma empresa norte-americana que vende o produto desde 1937. É curioso como o nome de uma marca de comida enlatada se tornou sinónimo de uma das piores pragas da Internet.
E isso aconteceu quando o grupo de comediantes Monty Python, num sketch de televisão “Monty Python´s Flying Circus” , na década de 70 (ver video), encena uma cena surreal num restaurante em que todos os pratos do menu incluíam SPAM. A empregada de mesa descreve aos clientes os prato, repetindo a palavra “spam” para sinalizar a quantidade de fiambre que é servida em cada prato. Enquanto ela repete “spam” várias vezes, ouve-se um coro de Vikings cantar uma canção, cuja letra se reduz praticamente à palavra “spam”. Naquela cena, “spam”, era algo não desejado, que estava em todo o lado e dificultava a comunicação.
Por uma associação de ideias, alguns utilizadores começaram a relacionar a irritante e repetitiva música “spam”, com as mensagens também irritantes e repetitivas que bombardeiam as nossas caixas de correio electrónico mandadas por alguns utilizadores que anunciam produtos ou ideias e assim nasceu o termo SPAM, que hoje em dia já tem uma pasta própria nas nossas caixas de e-mail.

Em http://spamalot.spam.com/go/game/ têm um jogo divertido do Mundo Spam.







Notinha: Se forem aos Estados Unidos, não comam nada da marca Spam. É intragável. Eu experimentei:)

13 nhận xét :

Maria Clarinda said...

Como eu tinha saudades de te ler...Adorei o teu post...e deliciei-me com a tua forma de nos narrares as coisas.
Um jinho gd.

Patti said...

A marca, entretanto, já terá ido à falência, com o tabu acerca da palavra spam?

Ka said...

Monthy Python...Adoro-os!!!!!

Quanto ao Spam já tinha lido um mail acerca disto mas foi bom recordar :P

Beijocas

Bernardo Moura said...

Recebo por dia milhares de "SPAM", mesmo com filtros activados.
É uma praga.
Bj

Filoxera said...

Ok!
Beijos.

Olá!! said...

detesto spam e spam :))))
Beijossssssssss

Mary said...

Olá Bluezinha!!
O Spam electrónico é uma seca, não fazia ideia de como se iniciou esta praga!!
Quanto ao Spam fiambre não provei, mas pelo que dizes também não pretendo fazê-lo eheheheh
beijinhos em Spam...para ti :)

@nn@ said...

boa !
http://www.arobase.org/spam/identifier-spam.htm

MIMO-TE said...

As coisas que tu descobres :)))

Kida obg por aquilo q tu sabes, depois agradeço melhor :)))

Obg também pelos mimos, não os levo ainda, mas vou leva-los!!!

Bjo
de mim

Maresi@ said...

ja fazia um tempo que não te visitava...continuas a oferecer-nos textos muito interessantes e curiosos. Gosto de via aqui...

Beijo suave___maresia

samuel said...

Obrigado pelo bom momento de vídeo e pela história do spam.
A propósito, alguém está interessado numas réplicas óptimas de patek philippe, cartier, rolex, comprimidos para... :)

Abreijo

Sérgio Figueiredo said...

Blue Velvet,

Bastante giro este teu post e vídeos.
A história do SPAM, realmente muito chatos, mas muito engraçado o vídeo. Interessante a origem da palavra.

Beijo

Oliver Pickwick said...

Coisas do arco da velha é no bistrô da Velvet. Desconhecia por completo tal história.
Um beijo!