5 June 2008

ALMAS GÉMEAS?


Não acredito em almas gêmeas.
O que há é um esforço imenso para se manter em par, de mãos dadas e olhando, muitas vezes, em direcções opostas.
O que há é um que sorri dali e outro que chora de cá ou vice-versa.
O que há é suor e amor abnegado, predisposição para negar-se até um certo ponto, de fingir-se até um certo ponto, de criar uma personagem e esperar que um dia ela se torne real.
Almas gêmeas são para as novelas, onde há um escritor todo poderoso e absoluto que escala um elenco e lhe dá as falas. As nossas falas, aqui no mundo de fora, nunca podem ser escritas nem sequer ensaiadas. Não deixo de acreditar no amor e na felicidade por não acreditar em almas gêmeas. Muito pelo contrário. Nunca acreditei no que é fácil demais, e encontrar uma alma gêmea seria muito fácil. Dá a impressão de um todo pronto, acabado e arrematado. A única diferença entre uma mercadoria qualquer e uma alma gêmea seria o valor monetário que a última não possui, pois encontrá-la-iamos, se existisse, de graça e ao acaso.
Ainda assim, existem almas afins, como estas nossas almas que se uniram e estão assim há séculos, mas só afins, que ninguém é pedaço de ninguém, e nem tão pouco somos seres que vagam na incompletude em busca da peça que, encaixando-se em nós, nos trará a felicidade eterna.
Deixemos essas fábulas para os filmes e novelas. Vamos, sim, fazer valer esse amor que se tem nas mãos ou, para os que não o têm, em breve chegará.
Esse "fazer valer" de que eu falo é trabalhar o aperto de uma mão na outra, os olhares que tantas vezes divergem, mas cujas diferenças são sempre o sal a mais para o crescimento mútuo.
Nada, nada mesmo se consegue sem esforço.
Romance de graça - ou quase - só mesmo nas novelas da Globo.
E no entanto, eu encontrei a minha um dia.
Ele era a minha, mas eu não era a dele!

15 nhận xét :

f@ said...

Almas gémeas… hummmm deve ser o nome do amor…
Tudo assim tão fácil não teria sabor… aquele agri-doce que sem mais nem menos um dia descobres e que é o “teu prato predilecto”…
Perdi o apetit ... quem ama não tem fome…
LOLOLOLSSSS -… GOSTO DE BEIJOS DE CHOCOLATE

Maria said...

Veludinho

Abordas aqui um tema sério, que se calhar eu não devia comentar a esta hora. Porque me levantei muito cedo, dormi pouco, e estou a cair de sono.
Mas não resisi ao teu post...
Alma gémea? Que é isso? Alma? Onde está?
(eu disse que não era a melhor hora.)
Eu não sei onde está a tão famosa alma, dentro do corpo humano. Apenas sinto (ou não) nós na garganta ou socos no estômago. Se a alma estiver por aí, coitada....

Acredito em pessoas. Por enquanto...
Acho que morrerei a acreditar em pessoas. E não sou loira, é que acredito mesmo.
Essa coisa do valor monetário, das novelas da globo, do etc. e tal de que falas não me diz nada.
Acredito que tenhas encontrado alguém, QUE NÃO ERA A TUA ALMA GÉMEA. Como tu própria dizes,
"Ele era a minha, mas eu não era a dele!"
Encontramos pessoas, pronto, com todos os defeitos e qualidades que o ser humano tem (ainda bem!!!!).
Acho melhor parar por aqui, senão sou capaz de dar uma seca às pessoas que lêem (o que eu não faço) comentários anteriores...

Beijos azuis.
Os veludos ficam para o fim de semana... :))))

Maria said...

Nem te vou perguntar o que é felicidade.....
Eu tenho, apenas, alguns momentos felizes...

(e olha que os meus amigos não virtuais - os que me conhecem se carne e osso - dizem que eu sou lúcida..)

mais beijos

Patti said...

Blue, eu acredito em almas gémeas.

Existem na vida real, sim senhora e acho que vão existir sempre.
Há pessoas que nascem para a outra; não tenho dúvidas.
Felizmente!

E olha que nem sou muito romântica.

Beijinhos dos Ares.

mjf said...

Olá!
O teu comentário é muito pertinente...e verdadeito.
Alma gemea??? só em novelas...
A realidade é bem diferente...

Beijocas

Cris de Bourbon said...

Oi, querida! Acho tão dificil descrever o amor entre homem e mulher. O que os levam a se apaixonar, a querer construir uma vida a dois e perseverar nessa união. Não saberia te dizer! Não sei se existem almas gêmeas, mas acredito no encontro, nas afinidades, na quimica perfeita, no beijo bom, na vontade de estar sempre juntos.

Pra Maria, que falou sobre o que é felicidade, tem um versinho de Vinicius de Moraes que eu adoro:
'A felicidade é como a pluma
que o vento vai levando pelo ar.
Voa tão leve, mas tem a vida breve, precisa que haja vento sem parar...'

Felicidade é uma busca constante. Não é um estado de espírito. Amar também é um exercício diário. Tem que fazer a lição de casa todos os dias. Doação é a lição mais difícil, mas é a essencial.

Esses desencontros como o seu 'ele era minha alma gêmea, mas eu não era a dele', talvez tenha sido um erro de cálculo seu. Quem sabe ainda vai surgir aquele que vai ler teu pensamento e transformar a tua quimica em nitroglicerina pura!
Quem sabe...ficamos aqui desejosos.

beijooooo

Enfim... said...

tambem n acredito nisso, no entanto á quem se identifique mais conosco e vice versa :D

Beijinhos

conhecimento said...

De momento só posso dar-te um DOCE BEIJO no teu lindo coração, desculpa.

D.Antónia Ferreirinha said...

Acredito no amor, na amizade, no companheirismo,na paixão, etc, mas almas gémeas?
Eu não acredito. Acredito sim que com todos os ingredientes que supracitei se possa vencer e ser feliz numa união.
Mas esta é somente a minha opinião.
:-))))))
Dia feliz.

Pitanga Doce said...

Eu já levo pra a gozação. Alma Gêmea? Só nos primeiros anos de relacionamento. Depois vira "alma penada". hehehehehe

beijinhos e o chá continua. Agora o assunto é Cristiano Ronaldo

kakauzinha said...

Blue... Blue... Blue...

Eu já encontrei a minha, o meu Zahir, tenho a certeza. Por vezes "sabemos" coisas que até podem estar escritas em livros, em inúmeras teorias, mas na verdade estão bem dentro de nós.

Espero que encontres quem te mereça, porque eles, os especiais, eles também andem aí... andem... andem... já, já, um muito azul apanha-te.

Bisous bleus****

1/4 de Fada said...

Gostei muito mesmo do que tu escreveste. Também acho que não deve haver uma alma gémea, ou pelo menos eu nunca encontrei nenhuma, nem minha nem de ninguém. Pessoas que se complementam muito bem, conheço algumas. O grande amor da vida? Já tive grandes amores, mas ainda não desisti de encontrar alguém que fale realmente a minha linguagem.

LeniB said...

Este tema é sério. Acredito que nós somos compostos por três dimensões...chamemos-lhe assim: "Deus quer" - a nossa alma;
"o homem sonha" - a nossa mente; "a obra nasce" - o nosso corpo.
Logo, acredito na realização dos sonhos e um deles é no encontro da pessoa certa, aquela que nos preenche e vice-versa. Se a este encontro se chamar almas gémeas, seja!
bjs

Ka said...

Bluezinha,

Vou ter de discordar de ti.

Eu acredito em almas gémeas...que não têm necessáriamente de ser pessoas igualzinhas...mas que as há, há mesmo :)

Pode é haver condicionantes externas que façam com que as coisas não resultem...

Beijinhos

Filoxera said...

Acontece.
Mas a vida é mesmo assim. E dá muitas voltas...
Beijos, amiga.