17 October 2008

( 1 ) CAIXA DE PANDORA

Durante muito tempo um dos grandes desgostos do meu filho mais velho era, segundo ele, " a minha mãe não perceber em quê que vou trabalhar".
E tinha razão. De facto, além de não gostar de números, dizia que até tinha raiva de quem gostava.
Resultado: agora, de uma vez só, e da pior maneira descobri não só a macro-economia como o significado de palavrões tão complicados como sub-prime, hedge funds, flutuações de mercado e até me preocupo com a Bolsa de Tóquio, além, obviamente com a de Nova Iorque.
Embora pareça que estou a dizê-lo com um ar displicente, a verdade é que não acho graça nenhuma e até me parece mesquinho que os que sempre atacaram o sistema capitalista pareçam felizes com as falências de bancos e empresa de que ouvimos falar todos os dias.
Parecem-me aquelas mães que quando acontece algo aos filhos, algo que elas previram que pudesse acontecer, apontam logo o dedo acusador:
- Eu tinha-te avisado.
Nunca fiz tal coisa. Depois do mal feito entendo que se deva resolver a questão da melhor maneira, sem ficarmos contentes por se provar que tínhamos razão.
Em todo o caso, como não é disso que hoje trata, deixo-vos um vídeo absolutamente imperdível.
Depois de verem, se quiserem saber quem é John Parr é só perguntarem ao Google.
Enjoy!





34 nhận xét :

RENARD said...

Brilhante! Fartei-me de rir...

Beijo

salvoconduto said...

Velvet, vou-te citar:
"Nunca fiz tal coisa. Depois do mal feito entendo que se deva resolver a questão da melhor maneira..."
É precisamente aqui que a porca torce o rabo!
Ainda não vi nenhum dos reponsáveis por esta tragédia ser declarado CUL-PA-DO ou punido, se queres que te diga bem pelo contrário.
Não se varre o lixo para debaixo do tapete e depois assobiamos baixinho...
Também não vejo semelhantes soluções para problemas semelhantes, estou a referir-me às vítimas do subprime.

Quanto ao vídeo, delicioso e didáctico!

Abreijo

ematejoca said...

Já estive aqui esta noite, mas ainda nao estava este post. Quis deixar nos outros dois, o que nao consegui. Antes que a net vá abaixo só digo que o Obama vai ser o Presidente dos Estados Unidos.

Volto para falar do vídeo.

Maria said...

Quer dizer, fazes afirmações e teces considerações nos primeiros sete parágrafos.
Depois dizes no oitavo que "não é disso que hoje trata", e deixas um vídeo.
No nono e último parágrafo mandas-nos ir ao Google saber quem é John Parr.
Se não é para comentar os teus primeiros sete parágrafos, e obviamente contesto algumas afirmações, então eu tenho que concluir que sou mesmo loira, ou burra, porque a essência do teu post está exactamente no quarto parágrafo. Digo eu.

Espero pela resposta, que me digas "não percebeste nada", e eu aceito...

Enjoy...

BlueVelvet said...

Renard,
ainda bem que te fiz rir.
Beijokas

BlueVelvet said...

SalvoConduto,
o vídeo é o máximo, não é?
Beijinhos

BlueVelvet said...

Ematejoca, esperemos que sim.
Também torço por ele.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Maria,
queres ver que pintáste o cabelo de loiro e não me avisáste...
Mas eu proibi alguém de comentar o que quer?
Quando digo que não é disso que hoje se trata, quero dizer que este post não é para discorrer sobre aquelas pessoas que adoram dizer, depois do mal feito: eu bem te disse. Eu avisei. Mas se achas que esse é o parágrafo mais importante podes comentá-lo à vontade.
O vídeo pus, porque com imenso humor descobre a careca de todos os culpados do que aconteceu, com um humor inglês notável.
Quanto a dizer para irem ver quem é o John Parr é porque seria muito longo explicar quem é o senhor, e imagino que nem todos saibam quem é.
E olha lá, tu não embirres comigo. Que mau feitio:))
Beijinhos e veludinhos azuis

Antonio saramago said...

Estás sempre em cima dos acontecimentos...
Depois de casa roubada, trancas na porta.
Tem um bom fds. Amiga muito Inteligente!!

Patti said...

'Tá bestial o vídeo. Aquela parte do Sell, sell, sell e depois buy, buy, buy, fartei-me de rir.

Eu cá gosto de números. Nas notas.

Filoxera said...

Fiqeui muito mais elucidada...
:-))
Beijos.

sagitario said...

como não sei inglês, não sei do que o video falava, mas uma coisa sei em português e todas as linguas do mundo.




quando os bancos e as bolsas tiveram lucros escandalosos, ninguem reclamou e aceitaram de bom grado, agora que os lucros já não interessam, vamos ser nós a pagar por isso.
realmente nestas situações "o crime compensa"

Si said...

Estou mesmo de fugida, mas esta não me escapa....
A crise económica actual é, como bem explica o vídeo de uma forma soberba, uma crise puramente especulativa. E dou o exemplo que, para mim é mais flagrante, porque de bolsas e flutuações de mercado nada percebo: Em que altura, tempo, época, século, ano, mês, semana ou sequer dia é que qualquer instituição financeira possui, realmente, o dinheiro dos seus depositantes?? NUNCA!
O dinheiro é puramente virtual, passeando-se displicentemente por mãos de todo o mundo.
Se eu quiser resgatar todas as minhas poupanças, num dia qualquer, faço-o sem problemas (embora se tenha que ultrapassar todas aquelas barreiras burocráticas que os fazem ganhar tempo). O mesmo não será verdade, concerteza, se todos os clientes do mesmo BALCÃO, quiserem fazer o mesmo, num curto espaço de tempo. Daí que, do meu ponto de vista, o pânico ainda é o melhor fogo para a estopa que é a especulação, que com todos estes alarmismos e notícias "crashistas" faz com que os que pouco têm o percam e os que muito têm muito ganhem, porque o que perderam num dia, rapidamente será reembolsado em investimentos mais arriscados e de maior retorno.
Digo eu, não sei...

Fiona de Bourbon said...

tem um convite pra vc la no blog...

titofarpas said...

Está muito bom... ri-me imenso!!!
Bom fim de semana.
Beijo

Sónia Pessoa said...

Olá, cheguei aqui através do amigo Eremitério, parabéns pelo espaço. Aparece também lá pelo meu cantinho. Se não levares a mal vou levar este vídeo pois está fantástico e dá-nos uma ideia de como funcionam as coisas na realidade...
beijinho,
Sónia

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Começo por subscrever"ipsis verbis" as palavras do Salvoconduto. Só queria acrescentar ( embora esteja implícito no comentário dele) que os liberais, sempre tão prontos a atacar o Estado, agora exigem a sua intervenção, o que me parece um contra-senso. Por outro lado, considero inadmissível que essa gente que andou a brincar com o nosso dinheiro e usufrui de salários obscenos, continue incólume. Mais: assim que foi aprovado o Plano Paulsen reuniram-se todos ( provavelmente para celebrar) numa orgia de fausto e desperdício, para discutir o futuro. Numa sociedade democrática estariam todos presos por FRAUDE. Neste sistema, as abencerragens são premiadas e quem se esfalfa a trabalhar é que ainda vai ser obrigado a pagar as as neiras que nadaram a fazer. É para iso que andom a pagar impostos? Vão mas é dar uma volta! E mais não digo, porque este é um blog de gente bem educada e não vou extravazar a raiva que tenho cá dentro, nas palavras que me apetecia utilizar. Aliás, foi por isso que ainda não me consegui referir ao assunto.
Quanto ao vídeo, não consegui ver. Vou tentar mais tarde.
Conchinhas e beijinhos

BlueVelvet said...

António,
temos que estar, não é?
Afinal somos sempre nós que pagamos a crise.
Bom fim-de-semana

BlueVelvet said...

Patti,
o vídeo é imperdível.
Nas notas também gosto. E não é que nelas percebo tudo??
KKKK

BlueVelvet said...

Filoxera,
olha que bom, rsrsrsrs
Beijinhos querida

BlueVelvet said...

Sagitário,
o filme tem legendas.
É claro que sobra para nós.
Sobra sempre.
Beijinhos e bom fim-de-semana

BlueVelvet said...

Si,
exactamente. Por isso é que se fossemos todos buscar o dinheiro ao Banco ele ia-se desta para melhor.
E os culpados ainda são recompensados com milhões.
Algo está podre no reino da Dinamarca.
Beijinhos e bom fim-de-semana

BlueVelvet said...

Fiona, já lá fui.
Convite aceite.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Titofarpas,
a ideia era essa.
Ver se nos conseguimos rir um pouco da desgraç.
Bom fim-de-semana

BlueVelvet said...

Sónia,
bem vinda.
Pode levar o vídeo à vontade. Está no youtube.
Volte sempre.

BlueVelvet said...

Carlos,
concordo consigo e com o Salvo, é claro.
Alguém tem a responsabilidade do que está a acontecer e ainda é premiado.
Só pretendi com o vídeo, que é imperdível, mostrar com humor inglês o que aconteceu. Está muito bem explicado.( se puder, veja)
Bom fim-de-semana e beijinhos

Tretoso Mor said...

Veludinho,

Já tinha comentado este Post, não sei o que aconteceu!...

Bom, acho fabuloso. Dizia eu no comentario inicial que gostava de ter imaginação para escrever coisas destas. retrato fiel da realidade.

Tretices azulinhas para ti.

http://tretas-da-vida.blogs.sapo.pt/

f@ said...

Ai Ai...
Mal o menos que já aprendi umas coisas...
beijinhos das nuvens

LeniB said...

Fantástico...no meio desta crise toda é bom ainda pudermos dar uma gargalhada...
bjs

Treasureseeker said...

O vídeo é engraçado,Blue Velvet,sem dúvida.De uma agudeza desarmante.Não conhecia este senhor.

Quanto ao assunto do post,a questão,no meu entender,não está no "aqui e agora",mas sim,no "como e porquê";de nada serve lamentar o que sucedeu,já que dessa forma,não ficam energias q.b. para nos reerguermos,ou seja,deixamo-nos mergulhar em marés negativas,que só atrapalham,às vezes mais do que seria normal,e quando se entra por aí,não se deve esperar nada de jeito...
No fundo,os lamentos até são qualquer coisa de salutar,e característicos da condição humana,mas quando se tornam excessivos e limitam a vontade,já se tornam maus.Não ajudam.

Também sou mãe,e aquilo de que se falou acima é algo que,embora ainda cedo,me faz mexer com os neuróniozitos.Nada mais típico!
Porque não criar reservas extra de paciência e uns pózinhos de contemplação-no bom sentido-para se procurar a "receita" ideal-coisa que não existe,é óbvio!-que nos faça perceber um pouco melhor o funcionamento diário dos que nos são próximos,para dessa forma,não só prevenirmos futuras situações,mas também termos a capacidade de responder com segurança quando as coisas acontecem?

Claro que não existe nenhuma "cartilha" para estas coisa,e o mesmo se aplica à Economia mundial.O que se está a atravessar é o pior do género desde 1929,e vem demonstrar o que poderá ser o início do fim de um bicho chamado Liberalismo,que tantas e tão poucas fez,que mais dia,menos dia,teria que pagar a factura...
Nem foi solução o sistema marxista,nem está a sê-la o capitalista.Ambos têm falhado,de uma forma ou outra.Não se colheram frutos planificando o consumo,nem deixando livre acção aos grandes grupos de investidores,numa lógica de competição por conquista de mercados.
Estará para chegar um novo sistema económico,mais racional e equilibrado no seu todo,que seja verdadeira alternativa?
Não faço a mínima ideia!
Sou menos que leiga nesta temática.

Até já!

pedro oliveira said...

Já tinha visto através de um post de um sócio lá no vila forte,mas este vídeo mostra bem o que é este fenómeno.

" o preto desempregado era estúpido se perguntasse se a casa valia o dinheiro que lhe estavam a emprestar" diz tudo!

Po
vilaforte

Paulo D'Auria said...

Em minha adolescência eu costumava dizer que as 3 profissões mais inúteis de todas eram: metereologistas, astrólogos e economistas. Pois os 3 faziam exercícios de futorologia baseados em nada. Pura adivinhação.
Com o tempo, percebi que existem muitos astrólogos sérios e passei a crer mais neles.
Com o tempo, a metereologia evoloui bastante e tem acertado cada vez mais.
Com o tempo, desconfio cada vez mais de economistas!!!

1/4 de Fada said...

Tenho que voltar mais tarde, porque não sei o que é que está a acontecer, mas não consigo ver o vídeo, e pelo que percebi, ele é imprescindível. Mas concordo com o que dizes em relação aos números, é uma relação tipo a do diabo com a cruz... Até de História Económica gosto pouco!

Pekenina said...

Hahahahahaha O vídeo está FABULOSO! Bem sei que venho atrasada, mas ainda assim tinha que comentar :)