13 August 2008

O CANCRO PODE ESPERAR!


A frase não é minha, é de Eric Shanteau, nadador norte americano de 24 anos a quem foi diagnosticado um cancro 7 semanas antes dos J.O. começarem.
" Estes não são uns J.O. São a minha única hipótese para a glória. Perdi Atenas por uma unha negra, e nadadores mais novos aparecerão para 2012. É Beijing ou nada, baby".
E fez a sua escolha: a cirurgia que deveria ser imediata, terá que esperar.
São 04.20 da manhã em Lisboa quando o vejo nadar a final dos 200 metros.
Não vai certamente levar 8 medalhas para casa como Phelps, mas é ele a inspiração para todos os atletas que estão em Pequim.
E é ele que comove o mundo inteiro.
Good Luck, Eric.

Notinha: http://www.youtube.com/watch?v=puwsPwMBuaA

37 nhận xét :

Maria said...

Tens razão, também ouvi exactamente essa notícia, que desconhecia...
O sangue frio que é preciso ter para estar a competir como está...
E o Phelps não fica por aqui... espécie de ET, como já lhe chamam.
Já pensei, com a quantidade de recordes olímpicos que já caíram, se o ar poluído de Pequim afinal não faz é bem aos atletas... :) :) :) :)

Beijinhos azuis

AnA said...

Com essa força positiva, acho mm que vai vencer o cancro. :-)

Patti said...

É realmente um aprova de coragem e de vontade de vencer, extraordinárias.

Há realmente pessoas fantásticas.

Se lhe quiseres enviar uma mensagem de apoio, fá-lo aqui:
http://www.ericshanteau.net/

Antonio saramago said...

IMPRESSIONANTE, SÓ ISSO!!!!

1/4 de Fada said...

É com este tipo de coragem que o cancro se combate e se vence. Um atleta que consegue chegar ao Olímpicos apostou a sua vida para isso e é a sua vida que agora está duplamente em jogo...

Sol da meia noite said...

Agarrar a vida, enquanto vida houver...

Beijinho, amiga *
:-)))

Jotabê said...

Bem, isto só acontece porque o diagnóstico precoce que lhe foi feito, permite-lhe ter o equilíbrio emocional necessário para continuar a treinar e competir nos JO. Porque os médicos lho permitiram, porque este tipo de cancro testicular é lento. De outra forma não o poderia fazer.

É bom não esquecer que este caso não é inédito, o ciclista Lance Armstrong e os futebolistas Penev e Molina, também passaram por situações idênticas, o Armstrong por exemplo venceu 7 vezes a volta à França, considerada a prova de ciclismo mais dura do mundo, depois de ultrapassar este mesmo tipo de cancro.

Estes homens estão a este nível desportivo, porque estão dotados de vontades férreas e motivações extremas, e que os fazem como que por arrasto vencer as adversidades da vida, mesmo as mais complicadas. Eric Shanteau é mais um caso, é extraordinário, chega a fugir ao que é racional.

Eu pessoalmente tenho um carinho especial por esta modalidade, estou intimamente ligado a ela, a natação tem uma particularidade que muita gente não se apercebe, não há interacção entre os atletas, é uma modalidade solitária na essência mais profunda do termo. Os atletas não podem, porque não conseguem, conversar com os companheiros de treino, e isso é terrível, a estrutura emocional do atleta tem de ser muito forte, são muitas hora e muitos quilómetros a contar azulejos, como habitualmente se costuma utilizar na gíria, e como única companhia, o nosso próprio pensamento.

Imagina o que o Eric pensa nas longas horas de treino que tem diariamente. Deve ser avassalador.
É aqui que se distinguem os campeões.

Vê este video
http://www.youtube.com/watch?v=puwsPwMBuaA

a frase de Eric Shanteau que está registada é:
«Adiamos isso para Setembro, agora tenho um sonho olímpico para cumprir», assim como a de Lance Armstrong, “Enganaste-te na pessoa ao escolheres um corpo para viver, cometeste um erro porque escolheste o meu”, são frases fortíssimas de personalidades fortíssimas, e dois exemplos de vida exraordinários.

:)

jocas

salvoconduto said...

É por estas e por outras que eu gosto tanto dos jogos olímpicos.

Este homem tem tomates e vai até ao fim pelo "seu ideal".

Não conhecia a notícia, ainda bem que a li aqui.

Carlos Barbosa de Oliveira said...

Desconhecia esta situação. Notável! Fez-m lembrar Lance Armstrong que depois e vencer um cancro ganhou 7 vzes seguidas o "Tour"!

Sunshine said...

Foi aluna na minha escola uma menina que também me serviu, e a todos quantos a conheceram de inspiração. Foi-lhe diagnosticado cancro nos ossos. Após meses de tratamento voltou à escola de muletas, quase sem cabelo...mas com uma alegria e uma força imensa de viver.Conseguiu fazer o 11º ano! Infelizmente a situação piorou e os tratamentos recomeçaram. Não conseguiu vencer a doença apesar da luta que travou com ela...faleceu na passada 2ª feira.
Neste momento não consigo deixar de me questionar sobre o que escolhemos para prioritário na nossa vida.
É evidente que admiro coragem de Eric Shanteau e que estou a torcer por ele, mas ao ler o teu post não consegui esquecer a pequena grande Sara.
Beijinhos

tulipa said...

Não conhecia o caso...mas realmente uma grande coragem...uma determinação enorme.
um abraço
tulipa

BlueVelvet said...

Maria,
és mesmo gira. Não te escapa nada.
Mas não é da poluição. É das condições revolucionárias da piscina:))
Bejinhos

BlueVelvet said...

Ana,
esperemos que sim.
Se é verdade que espírito positivo ajuda, mais positivo que isto, é impossível.
Obrigada pela visita

BlueVelvet said...

Patti,
obrigada pelo endereço.
Também estás sempre em cima do acontecimento:))
Beijinhos

BlueVelvet said...

António,
é mesmo.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

1/4 de Fadas,
é isso mesmo.
Só pessoas de excelência conseguem chegar tão perto dos Deuses!
Beijinhos linda fada

BlueVelvet said...

Sol,
oláaa.
Linda frase a tua.
Beijinhos amiga

BlueVelvet said...

Jotabê,
grande comentário.
Tens toda a razão quando falas da solidão deste desporto.
E não conhecia as frases que aqui deixas.
Ah, fui ver o vídeo e vou pôr o endereço que deixaste lá no post.
Beijinhos e veludinhos

BlueVelvet said...

Salvoconduto,
não deixa de ser irónico que o cancro de que ele padece, seja nos ditos!
Mas que os tem, disso não tenho dúvidas.
Veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Carlos,
não é fantástico?
Não há gente fora -de-série?
Beijinhos

BlueVelvet said...

Sunshine,
que triste o que contas.
Uma criança, Deus meu!
Um abracinho apertado

BlueVelvet said...

Tulipa,
obrigada pela visita.
Veludinhos azuis

Ovinho Estrelado said...

Olá

Sem desejar qualquer tipo de polémica... Eu tenho alguma dificuldade em aceitar este desportitasta com tanta boa fé. Concordo com o comentador Jotabe, no momento inicial do comentário. É porque tem tempo e pode participar ainda. É porque a intervenção no âmbito dos tratamentos que precisa fazer ainda não teve início, justamente por poder ser adiável.
Há cancros e cancros.
Conota-se sempre a palavra cancro a algo negativo, a algo que mata.
Há presenças de marcadores tumorais em certas pessoas que comummente se designam de cancro e não o são. São, digamos, assim, os "cancros fracos".
Não se adia a vitória de vencer um cancro assim...

Eu acho que há algum exibicionismo da situação dele para o lançamento da pessoa que é, da própria modalidade. Como se de um reforço se tivesse de tratar.
É ele que comove o mundo inteiro, como referes Blue.

A vitória ao vencer um cancro não está no facto de continuar a viver com ele, mas sim quando o mesmo se "abate". E que a energia positiva é altamente importante já se sabe. Mas um cancro vence-se com a determinação da intervenção médica. A força de alguém que tem um cancro está em suportar firmemente as consequências que surgem. De sorriso em riste. Não adiando tratamentos ou operações. Se são adiadas é porque não são inadiáveis. E isso faz toda a diferença.

Mas compreendo a luz que se fez em torno dele.
Desejo-lhe toda a sorte do mundo na sua operação adiável. Por 7 semanas.

Peço desculpa por não conseguir achar a mínima "graça" à questão. Desculpem. Não pretendo desvalorizar ninguém (muito menos um atleta de renome), nem levantar poeira. Quem sou eu, afinal?
É a minha mera... Mera opinião. E, acreditem que bem sentida.

Beijos

Ovinho Estrelado said...

Precisei de voltar...

O cancro não pode esperar. Não pode.

Sunshine, envio-te um abraço imenso.
Beijos, Blue e a todos.

BlueVelvet said...

Ovinhoestrelado,
em 1º lugar, bem vinda.
Não tem que se desculpar de nada.
Todas as opiniões são bem vindas.
E concordo, em parte com o que dizes.
De facto, se lhe têm dito que ou era operado no dia seguinte ou morria, talvez a atitude tivesse sido diferente.
O que me impressiona é a acapacidade de abstracção do problema, tanto mais que embora não o tenha dito no post para não o tornar mórbido, o pai tem um cancro nos pulmões contra o qual também está a lutar.
É que para competir àquele nível não se pode pensar em mais nada.
Em qualquer caso, pelo que leio nas entrelinhas, um abraço apertado e volte sempre

Ovinho Estrelado said...

Mais uma vez peço desculpa pela frieza eventual...

Ele tem essa capacidade de abstracção porque tem um background que lha suporta. tem dinheiro, deve ter dos melhores médicos do mundo à volta do problema dele e, reforço, terá um cancro benigno já diagnosticado ou apenas alterações dos marcadores tumorais.

Mas o que me faz escrever sobre isto não é o descortinar do tipo de cancro que ele tem... Mas sim o facto de se ter montado, mundialmente, uma tenda de circo mostrando a sua valentia.
As coisas não devem ser colocadas dessa forma. Não é ele que vai vencer o cancro abstraindo-se dele e vencendo medalhas! Ele só o vence quando estiver curado.

Pois se até houve desportistas que desistiram de ir por lesões... é o espectáculo montado por este grande "vencedor" da vida.

Acredito plenamente que, quem neste momento se sente vitimizado por essa doença não compreende este exibicionismo(quando recorro a esta palavra não pretendo carrega-lhe, em cima, alguma carga negativa.

Peço desculpa, mas é a minha forma fria de analisar isto. Foi história que me custou sempre interiorizar... Não faz sentido. Desculpem.

...

Rafeiro Perfumado said...

Não li os comentários todos, mas não posso concordar com o sentido daqueles que vi. O que me parece, mais que uma prova de coragem, é a busca da fama em vez de procurar debelar uma doença o mais rapidamente possível. É que por esse mundo fora certamente existem muitas pessoas que gostariam de poder fazer a operação de imediato, e não têm os JO como desculpa para a mesma ser adiada.

Beijoca.

Justine said...

É comovente sim, esta coragem!

f@ said...

Todos temos as nossas urgências pessoais... e para mim.. esperar sempre foi recear... passei um dia há mto tempo a fazer primeiro o que podia esperar... mas mesmo assim ainda abro excepções e depois fecho e abro...
há tempo dentro do nosso tempo...
beijinhos das nuvens

Ovinho Estrelado said...

Olá

Rafeiro Perfumado, não poderia estar mais de acordo contigo.
Não desfazendo (nem coisa que se pareça) nos restantes comentadores, fiquei assustada por só eu não conseguir ver onde está o grande vencedor desta história toda.
Que não ganhe a medalha aquele que o nadador quis passar para trás... E não ganhará, pois se houvesse, realmente, algo a perder, ele teria optado pela sua saúde e não pela sua "pátria2, digamos assim.

No entanto, acho louvável a força dele, adoro a modalidade e ele é, sem dúvida, um desportista fantástico.

Há pessoas que brincam com o fogo e não se queimam. Não são heróis nem lutadores: têm sorte.

Desculpem-me mais esta intervenção.

Abraço a todos.

BlueVelvet said...

Rafeiro,
não concordo contigo, mas cada um tem a sua opinião.
Ele não precisava de fama: já a tinha com todas as medalhas que já ganhou.
Foi em perseguição de um sonho e admiro quem o faz.
Mas aqui neste blog, todas as opiniõe são bem vindas.
Beijinhos e veludinhos azuis

BlueVelvet said...

Justine,
também concordo.
Beijinhos

BlueVelvet said...

Ovinho estrelado,
"Há pessoas que brincam com o fogo e não se queimam. Não são heróis nem lutadores: têm sorte."
Esta tua frase impressionou-me.
Que ele tenha sorte então, e todos os que como ele lutam contra esta doença.
Beijinhos linda

BlueVelvet said...

Fa,
eu também sou assim.
Não espero.
Mas respeito quem opta diferente.
Afinal cada um tem o seu tempo.
Beijinhos amiga

BlueVelvet said...

Para todos os que por aqui passaram:
esta é para mim a prova do que é uma boa net:
discutir àcerca de um assunto polémico e grave, de uma forma fundamentada e civilizada e respeitando as opiniões de cada um.
Obrigada a todos.
Beijinhos e veludinhos azuis

Ovinho Estrelado said...

Blue,

quem luta contra essa doença não tem sorte. É, justamente pelo que se propõe lutar, um LUTADOR. Se bem que a cura total também advém de alguma sorte... É uma roleta russa tudo o que decorre de um cenário tumoral.

De sorte precisam aqueles que brincam com o fogo.

Também concordo com o facto de se puderem apresentar opiniões divergentes.
Aliás, sou contra a máxima (sempre esta minha tendência para contrariar o povo, ditados e máximas senso-comum) que dita que "gostos não se discutem".

Gostos discutem-se, sim. E respeitam-se. E questionam-se. E alteram-se. Não prescrevemos para toda a vida opções, opiniões, partidos e ideais.

A discussão respeitosa de "gostos" enriquece, se bem reflectida.
E isto faz toda a diferença.

Beijo a todos quanto participaram nesta questão, que, a bem dizer, me impressiona até à exaustão.

jasmimdomeuquintal said...

a isto se chama força!
Certamente que vencerá o cancro e essa a sua grande medalha.